NOTÍCIAS

Atentados terroristas abalam pelo menos três países africanos

11/12/2016 12:35 -02 | Atualizado 11/12/2016 12:35 -02
Anadolu Agency via Getty Images
CAIRO, EGYPT - DECEMBER 11: People react at site after an explosion at Saint Mark's Coptic Orthodox Cathedral in Cairo, Egypt on December 11, 2016. (Photo by Ahmed Gamil /Anadolu Agency/Getty Images)

Egito, Somália e Nigéria sofrem, neste domingo (11), com ataques terroristas que mataram mais de uma centena de pessoas durante os últimos dois dias.

No Egito, uma explosão dentro da catedral copta do Cairo matou ao menos 25 pessoas, a maior parte mulheres, e feriu 49, de acordo com a televisão estatal. Pelo menos seis crianças estão entre os mortos.

Ninguém assumiu imediatamente a responsabilidade, contudo, alguns apoiadores do grupo militante Estado Islâmico comemoraram o ataque em mídias sociais.

Um dispositivo contendo cerca de 12 quilos do explosivo TNT foi detonado do lado das mulheres da catedral, afirmaram as fontes de segurança.

“Assim que o padre nos chamou para nos prepararmos para as preces, a explosão ocorreu”, disse à Reuters Emad Shoukry, que estava dentro da catedral quando a explosão aconteceu.

Somália

somalia

Na Somália, uma bomba detonada por um motorista suicida de um caminhão atingiu a entrada do maior porto do país neste domingo, matando ao menos 29 pessoas. A autoria foi assumida por militantes islamistas do grupo al Shabaab.

Os combatentes afirmaram que estavam tentando perturbar as prolongadas eleições parlamentares – parte dos esforços para reconstruir a nação dividida após décadas de guerra. A votação de três meses deve se encerrar em 29 de dezembro.

Tiros foram ouvidos após a explosão no porto de Mogadíscio, disse o trabalhador Mohamed Hussein à Reuters. Outros dois disseram que o trabalho foi interrompido no local e funcionários foram enviados para casa.

O porta-voz das operações militares do al Shabaab, Sheikh Abdiasis Abu Musab, disse à Reuters que a explosão tinha como alvo funcionários da polícia estacionados perto do porto.

Nigéria

nigeria

Na Nigéria, um ataque terrorista perpetrado neste final de semana deixou mortos e feridos, inclusive crianças.

Duas mulheres suicidas se explodiram em um mercado na cidade de Madagali, no Nordeste da Nigéria. Os ataques coordenados tem características daqueles perpetrados pelo grupo terrorista Boko Haram, que tem travado uma batalha para criar um Estado com leis islâmicas no nordeste do país.

O grupo terrorista tem realizado com frequência ataques suicidas com bombas em áreas cheias de pessoas.

Europa

turkey

A Turquia decretou este domingo (11) dia de luto nacional, após o duplo atentado no centro de Istambul.

O último balanço de vítimas, publicado nesta manhã pelo Ministério do Interior turco, elevou para 38 o número de mortos. Mais de 160 pessoas ficaram feridas na dupla explosão na noite de sábado (10), nas proximidades do estádio do clube de futebol turco Besiktas.

Autoridades suspeitam que o Partido dos Trabalhadores do Curdistão PKK tenham organizado o ataque.

As explosões visaram as forças policiais, que são maioria entre as vítimas. De acordo com balanço publicado esta manhã, entre os 38 mortos, 30 eram policiais e sete civis. A identidade da última vítima ainda não foi confirmada.

O primeiro carro-bomba atingiu um ônibus da polícia nos arredores do estádio da equipe de futebol do Besiktas, depois do fim da partida contra o Bursaspor. A segunda explosão, provocada por um homem-bomba, aconteceu menos de um minuto depois em um parque dessa região turística de Istambul, localizada entre a emblemática Praça Taksim e o antigo palácio imperial de Dolmabahçe.

A Turquia, que integra a coalizão internacional que combate o grupo Estado Islâmico, iniciou em agosto uma ofensiva no norte da Síria, que faz fronteira com o país, para pressionar os jihadistas em direção ao sul. As forças curdas também estão envolvidas no conflito sírio.