NOTÍCIAS

Ex-governador do Rio Sérgio Cabral é transferido de Bangu 8 para Curitiba pela PF

10/12/2016 12:37 -02 | Atualizado 10/12/2016 12:37 -02
Reprodução/Twitter

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, deixou o Complexo Penitenciário de Gericinó pouco depois das 10h deste sábado (10) para ser transferido pela Polícia Federal, informou a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária. Ele ficará preso em Curitiba.

Segundo a Folha de S.Paulo, o pedido foi feito pelo Ministério Público, em decorrência das visitas 'excessivas' que Cabral recebeu desde que foi preso. "Diversos políticos já foram ao local, tais como o presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani (PMDB), os deputados Washington Reis (PMDB) e Cidinha Campos (PDT)", afirma o jornal.

No ofício ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal, o promotor informa que o ex-governador está recebendo visitas de forma “irregular e ilegal”. “O referido réu está recebendo visitas de familiares e pessoas amigas em desconformidade com resolução que limita a um único credenciamento de pessoa amiga”, informa o documento, segundo a GloboNews.

Cabral estava preso em Bangu 8, onde cumpre prisão preventiva pedida pelo Ministério Público Federal no âmbito da Operação Calicute. A operação investiga um esquema de corrupção que envolvia pagamento de propinas e lavagem de dinheiro e aponta Cabral como chefe da organização. O prejuízo é estimado em mais de R$ 220 milhões.

Imagens aéreas transmitidas pela GloboNews mostraram Cabral se despedindo do filho Marco Antônio Cabral, e outros homens não identificados. Também era possível ver que o ex-governador carregava consigo alguns pertences. Ainda segundo a GloboNews, o ex-governador foi alvo de xingamentos e hostilidade quando saiu rumo ao Aeroporto do Galeão, em um carro descaracterizado. Parentes de outros presos, que estavam no presídio para a visita, xingaram o político.

LEIA TAMBÉM:

- De maca, um inconformado Garotinho parte para o presídio de Bangu

- Amigos Nunca Mais: Dilma e Temer negam aliança com Sérgio Cabral

- Após Garotinho, Sergio Cabral é o 2º ex-governador do Rio preso pela PF