ENTRETENIMENTO

'MasterChef: Profissionais': Dayse supera desafios e machismo e chega até a final do 'MasterChef'

07/12/2016 00:47 -02 | Atualizado 07/12/2016 00:47 -02
Divulgação/Band

MasterChef Profissionais, uma das edições mais machistas do reality show da Band, tem uma mulher na final.

Dayse Paparoto se tornou finalista na competição com Marcelo Verde, como mostrou o episódio exibido nesta terça-feira (6). O eliminado foi Dário Costa.

No decorrer do programa, a chef paulista esteve diversas vezes no epicentro do machismo praticado por adversários homens.

A presença dela já foi negligenciada por colegas de grupo em provas, já "mandaram" ela varrer o chão em vez de cozinhar e considerada a "menos perigosa" pelos outros participantes (homens, é claro!) – você pode ver essas cenas neste vídeo.

No entanto, ela surpreendeu a todos eles, tendo desempenhos incríveis – e muitas vezes improváveis – e reconhecidos pelo júri com empolgação e admiração.

Dayse não foi a única mulher da competição a se queixar sobre o assunto.

Fádia Cheiato, Priscylla Luswarghi e Izabela Dolabela, quando ainda participavam da disputa, também ficaram indignadas com o machismo no programa e comentaram que as coisas não são diferentes no mercado da gastronomia de maneira geral.

Provas

Os três se enfrentaram na primeira prova preparando pratos feitos apenas com produtos orgânicos.

Dayse fez ravioli de cenoura com queijo e espuma de brócolis com manjericão; Marcelo fez dry aged caramelizado com purê de alho; e Dário, dry aged com batata, espuma de queijo e chutney de frutas vermelhas.

Preocupada, insegura e bem-humorada, Dayse surpreendeu a todos escolhendo um prato sem proteína, ao contrário de seus oponentes.

No fim, tanto ela quanto Marcelo - mas principalmente ele - foram elogiados pelo júri. Marcelo foi poupado da prova de eliminação e subiu ao mezanino. Dário foi criticado com contundência pela desarmonização dos elementos de seu prato.

Depois, ele e Dayse disputaram o melhor coulibiac, prato clássico da Rússia que consiste em massa folhada em formato de peixe com recheio de salmão e risoto de espinafre, basicamente.

Ambos foram pegos de surpresa pelo nível de complexidade dos processos envolvendo a preparação. A grande dificuldade demonstrada pelos participantes foi a de preparar a massa folhada com perfeição.

Após uma prova tensa e com duração de três horas, o coulibiac de Dayse foi recebido principalmente com elogios pelo júri, apesar das críticas - o peixe passou do ponto e o molho não foi um dos melhores que a candidata já fez.

Dário foi criticado pelo excesso de suculência do recheio, que fez a massa ficar úmida por dentro - além disso, a parte inferior do peixe ficou crua. Ele foi elogiado pelo sabor, mas não escapou ileso das observações dos chefs do júri.

Os jurados, Paola Carosella, Érick Jacquin e Henrique Fogaça, reconhecendo o grau de dificuldade da prova, preferiram Dayse.

A eliminação de Dário, o queridinho desta edição do reality, fez Paola chorar.

Marcelo, no mezanino ao lado de Dayse, disse não acreditar "ter ganho" o programa. Dayse disse se manter focada para vencê-lo.

A final de MasterChef será exibida pela Band, às 22h, na terça-feira da semana que vem (13).

LEIA MAIS:

- 'MasterChef': Dayse é a única mulher na semi-final da competição

- Paola Carosella entra em discussão épica sobre machismo com fãs de 'MasterChef'

- Em 'MasterChef', fazem até 'banana com banana', e nós aqui, sem saber fritar um ovo