NOTÍCIAS

Justin Trudeau chora de emoção ao ouvir depoimento de refugiado sírio

06/12/2016 11:43 -02

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, se emocionou, nesta semana, ao acompanhar um refugiado sírio fazer um "balanço" de seu primeiro ano no país.

No ano passado, Trudeau recebeu Vanig Garabedian e sua família em Toronto, quando eles chegaram ao Canadá fugindo da guerra que assola a Síria desde 2011.

"Nós aterrissamos no aeroporto de Pearson e a primeira pessoa que nos cumprimentou foi o primeiro-ministro", contou Garabedian, se lembrando de sua chegada ao país e emocionando o mandatário. "Ele nos disse 'bem-vindos ao lar'".

"Vendo você e suas meninas andando pelo aeroporto em direção a mim foi um dos momentos em que eu pude entender o tipo de coisa que podemos fazer como um país", disse Trudeau, que prometeu realocar mais recursos para o sistema de reassentamento no Canadá.

"Agora, um ano depois, estou ainda mais orgulhoso de ser um canadense", afirmou Garabedian. Ele ainda contou que sente um dever em devolver a acolhida ao Canadá por meio de seus serviços como médico.

Muitos líderes internacionais consideram a administração de Trudeau exemplar em relação ao recebimento e acolhimento de refugiados. No último ano, o governo já reassentou 35 mil sírios - mais do que o dobro se comparado aos EUA. Muitos cidadãos canadenses também aderiram a um programa de "patrocínio" - quando particulares financiam o custo do reassentamento dos refugiados.

LEIA MAIS:

- Crise humanitária: Refugiados do Sudão do Sul chegam a Uganda em níveis sem precedentes

- Nacionalismo em países ricos ameaça ajuda a refugiados, diz comissário da ONU

- Mulher, muçulmana e ex-refugiada: Ilhan Omar se elege deputada nos EUA