NOTÍCIAS

'Deus me deu uma segunda chance', diz jornalista que sobreviveu ao acidente de avião da Chapecoense

05/12/2016 17:21 -02 | Atualizado 05/12/2016 17:21 -02
Reprodução Facebook

O jornalista Rafael Henzel, um dos seis sobreviventes do acidente de avião da delegação da Chapecoense que aconteceu na última terça-feira (29), gravou um áudio para tranquilizar amigos, parentes e conhecidos.

No breve áudio divulgado no Facebook da Rádio Oeste Capital FM, onde o jornalista trabalha, Rafael afirmou que está bem e que Deus deu uma "segunda chance" a ele. "O importante é que nós estamos vivos aqui, pronto pra próxima."

Esta foi a primeira declaração do jornalista após a tragédia que matou 71 pessoas, entre tripulantes, jogadores e equipe técnica da Chapecoense e jornalistas.

Além de Henzel, sobreviveram ao acidente os zagueiros da Chapecoense Neto e Alan Ruschel, o goleiro Jackson Follan, e os tripulantes bolivianos Ximena Suárez e Erwin Tumiri.

Dos quatro brasileiros internados em Medellín, na Colômbia, o que mais preocupa é Neto. Segundo o G1, o zagueiro tem uma infecção pulmonar grave e a bactéria causadora ainda não foi descoberta. Ele é o único que continua entubado.

Rafael Henzel também teve problemas pulmonares, mas eles já foram controlados e o jornalista respira sem ajuda de aparelhos.

O zagueiro Alan Ruschel está bem e conversa bastante. O goleiro Jackson Follamn, que teve a perna direita amputada, é o que está em melhor estado de saúde. Ele também gravou um áudio agradecendo o carinho das pessoas. "Tô aqui para mandar um abraço para todo mundo aí, dizer que eu tô bem e que vou sair dessa rápido, tá? Que é pra todo mundo ficar tranquilo aí, tá tudo tranquilo comigo aqui. Dessa vez eu passei batido. Valeu, um abraço".

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, não há previsão para que os brasileiros sejam transferidos para o País. Primeiro, eles precisam sair da UTI e ir para o quarto normal, informou o intensivista Edson Stakonski.

Ximena Suárez passa bem e Erwin Tumiri já recebeu alta médica.

LEIA MAIS:

- Atlético Nacional quer conquistar Mundial para homenagear Chapecoense: 'Ficará para sempre em nossos corações'

- Após tragédia, Chapecoense é declarada campeã da Copa Sul-Americana