NOTÍCIAS

Para Obama, maconha deve ser tratada da 'mesma forma' que álcool e cigarro

01/12/2016 11:17 -02

obama

O presidente dos EUA, Barack Obama disse que a maconha deveria ser tratada, no âmbito da saúde pública, do mesmo jeito que o álcool e o tabaco.

Em uma de suas últimas entrevistas no cargo - ele deixa a Casa Branca no dia 20 de janeiro, quando o republicano Donald Trump assume a presidência - Obama disse acreditar que um abordagem diferente em relação ao consumo da erva seria mais "inteligente" do que o approach adotado hoje em dia.

"Eu tenho sido muito claro em minha crença de que nós devemos desencorajar o abuso de substâncias", ponderou. "Mas eu realmente acredito que tratar o consumo [de maconha] no âmbito da saúde pública, da mesma forma que fazemos com cigarro ou álcool, é a maneira mais inteligente".

Em 2014, o mandatário declarou à revista New Yorker que acredita que a maconha, em termos de impacto no consumidor individual, é menos perigosa do que o álcool.

No último pleito presidencial americano, vários referendos foram votados, inclusive um que legaliza o uso recreativo da cannabis na Califórnia, em Massachusetts, Nevada e Maine.

weed

Além das quatro aprovações, a medida já existia em outros quatro estados e Washington D.C, ademais a legislação quanto ao uso medicinal da planta já está em vigor em 28 estados. Apesar disso, no âmbito federal, a maconha ainda é considerada como droga.

Na entrevista a publicação americana, Obama disse ainda que pode se tornar mais assertivo sobre o assunto quando sair do cargo. "Eu terei a oportunidade, como um cidadão comum, de falar para onde acho que devemos ir", prometeu.

LEIA MAIS:

- Como a legalização da maconha nos EUA pode levar os traficantes mexicanos à falência

- Tarja preta: Anvisa facilita chegada de remédios à base de maconha às farmácias

- A legalização da maconha é a grande vencedora da eleição dos EUA