MULHERES

Ela vendeu frangos para aprender a voar. Hoje, é astronauta

21/11/2016 09:51 BRST | Atualizado 21/11/2016 09:51 BRST
Reprodução/Nasa

A astronauta Peggy Whitson tem uma carreira de sucesso. Já foi chefe dos astronautas da Nasa, é reconhecida como grande pesquisadora bioquímica e, na última semana, se tornou a astronauta mulher mais velha a ir em uma missão espacial, com 55 anos. Mas as coisas nem sempre foram fáceis para ela.

Criada na região rural de Iowa, nos Estados Unidos, Whitson fez seu primeiro voo em um avião aos 10 anos. Seu pai, que tinha permissão para pilotar aeronaves, foi quem levou a filha. Ela diz que ficou apaixonada no mesmo momento e decidiu que aprenderia a pilotar.

Para obter sua licença privada de voo, Peggy Whitson juntou dinheiro como pode enquanto morava em uma fazenda. “Eu criei muitos frangos e os vendi por 2 dólares até que tivesse dinheiro o suficiente para pagar pela minha licença”, conta a astronauta em um vídeo.

Formada em biologia e química pelo Iowa Wesleyan College e com pós-doutorado na área, Whitson afirma ter recebido uma ótima oferta para trabalhar no setor privado. Com a ambição de trabalhar em um centro espacial, ela precisou dizer não ao recrutador. “Você está comentando um grande erro”, disse ele após ouvir a resposta.

A decisão de Whitson se mostrou, após alguns anos, um grande acerto. Em 1996, ela se candidatou a astronauta. Após seis anos, em 2002, Peggy Whitson foi para o espaço pela primeira vez. Ela ficou por seis meses na Estação Espacial Internacional.

A segunda viagem até a Estação Espacial Internacional contou com um elemento histórico. Em 2007, durante a Expedition 16, Peggy Whitson foi a primeira mulher a ficar no comando da Estação Espacial Internacional.

Em fevereiro, uma nova marca será quebrada pela astronauta. Após a volta dos astronautas que estão lá desde outubro, ela herdará o posto de comando. Com isso, Peggy será a primeira mulher a comandar a estação em duas oportunidades.

LEIA MAIS:

- 5 projetos incríveis provam que nossa rotina pode gerar energia limpa e renovável

- Conheça a mulher que está revolucionando a leitura no Brasil