NOTÍCIAS
17/11/2016 11:54 -02

'Kim Gordinho Terceiro': Kim Jong-Un pede e China censura buscas relacionadas ao seu peso na internet

KCNA via Getty Images
This undated picture released from North Korea's official Korean Central News Agency (KCNA) on September 13, 2016 shows North Korean leader Kim Jong-Un inspecting Farm No. 1116 under KPA Unit 810 at an undisclosed location in North Korea. / AFP / KCNA / KCNA (Photo credit should read KCNA/AFP/Getty Images)

Sites da China estão censurando buscas relacionadas ao termo ""Kim Fatty the Third" ("Kim Gordinho Terceiro", em tradução livre) - um apelido bastante popular e pejorativo que se refere ao líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un.

O movimento vem depois que oficiais norte-coreanos expressaram descontentamento com o fato durante um encontro com autoridades chinesas. Desde então, buscas relacionadas ao tema "Jin San Pang'' na ferramenta de busca Baidu e no microblog Weibo constam como sem resultados desde o início desta semana.

O apelido é uma "piada" com o peso de Kim e seu status como a terceira geração de uma família que vem governando a Coreia do Norte há décadas e é especialmente popular entre os chineses mais jovens e irreverentes.

As relações entre a Coreia do Norte e a China, aliados de longa data, estão abaladas por conta dos frequentes testes nucleares promovidos pela Coreia do Norte, mas Pequim segue apoiando o regime de Kim em termos comerciais e diplomáticos.

De acordo com a Associated Press, Kim Jong -Un nem chegou a ficar sabendo da brincadeira: seus assessores se anteciparam e, imaginando a ira do chefe, pediram formalmente ao governo chinês que proibisse as buscas pejorativas.

Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do país, Geng Shuang disse que o relato dos meios de comunicação chineses não correspondem a realidade, mas enfatizou que a China desaprova comentários pejorativos e insultos relacionados a qualquer líder mundial.

LEIA MAIS:

- 'Volta para o seu país': Perfil no Twitter reúne relatos xenófobos e racistas após vitória de Trump

- O problemático histórico de Hollywood de abordagem da escravidão