NOTÍCIAS

Polícia de Sergipe conclui inquérito e afirma que morte de Montagner foi acidente

09/11/2016 15:57 BRST | Atualizado 09/11/2016 15:57 BRST
Reprodução/Facebook

A morte de Domingos Montagner em 15 de setembro foi rodeada de interpretações, suposições e misticismo, sobretudo em relação ao Rio São Francisco.

Hoje, quase dois meses depois, a polícia de Sergipe finalizou a investigação e concluiu que o ator morreu por afogamento causado por fato atípico, em outras palavras, foi um acidente e ninguém foi indiciado.

De acordo com o Jornal Nacional, o delegado Alessandro Vieira ouviu catorze pessoas, entre elas a atriz Camila Pitanga, que estava junto com Montagner no momento da morte.

"O depoimento de testemunhas e os laudos apresentados mostram que ocorreu um afogamento e nada diferente disso", afirmou Alessandro Veira.

Ainda, foram realizadas vistorias no local e a polícia constatou que de fato não havia sinalização e nem a presença de salva-vidas avisando sobre a proibição de banho na área em que o ator estava.

"Sobre a falta de sinalização no local, nós fizemos um apontamento sobre a omissão da prefeitura, mas cabe ao Ministério Público uma eventual penalização. A polícia fica à disposição para qualquer realização de novas diligências caso o MP julgue necessário", disse o delegado ao Jornal Nacional.

LEIA MAIS:

- Domingos Montagner: Família do ator escreve carta emocionante ao elenco de 'Velho Chico'

- Domingos Montagner mergulhou durante aumento de vazão de hidrelétrica

- Globo emociona ao usar câmera subjetiva para mostrar olhar de Santo em 'Velho Chico'