NOTÍCIAS

Califórnia está a um passo de legalizar maconha recreativa e cidades podem lucrar cerca de US$ 30 milhões com impostos

05/11/2016 15:59 -02
PEDRO PARDO via Getty Images
A man rolls a joint during a demonstration demanding the approval of the use of marijuana for medicinal and recreational purposes in front of the Mexican Senate building in Mexico City on September 28, 2016. / AFP / PEDRO PARDO (Photo credit should read PEDRO PARDO/AFP/Getty Images)

Californianos devem aprovar uma medida no dia das eleições legalizando a maconha recreativa, e o horizonte tem cidades e condados enxergando sinais de dólar.

Mais de 60 medidas de maconha local irão aparecer em votos por toda a Califórnia na eleição presidencial de terça-feira, dia 8.

Em Monterey, condado pitoresco ao longo da costa central do estado, autoridades dizem que novas taxas e impostos sobre a maconha, caso aprovados, podem trazer 30 milhões de dólares, quase o dobro do déficit de orçamento do condado, de 16 milhões de dólares.

A proposição 64 fixaria tributos estatais sob o cultivo e a venda da maconha. Mas também permitiria à jurisdição local acrescentar tributos próprios, algo que muitas cidades e condados disseram que pretendem fazer.

Economistas alertam que colocar impostos e taxas em uma indústria nascente pode ser um tiro no pé, estimulando o mercado negro e empurrando o negócio da maconha para cidades onde a operação é mais barata.

Para muitas autoridades em toda a Califórnia, no entanto, a promessa de uma nova receita para preencher furos no orçamento e financiar serviços é muito sedutora para ser descartada.

LEIA MAIS:

- Hillary, Trump e... Maconha! 9 estados dos EUA vão votar pela legalização da droga