NOTÍCIAS
30/10/2016 22:52 -02

PSDB vence 7 prefeituras e é maior vencedor das eleições nas capitais brasileiras

NELSON ALMEIDA via Getty Images
Brazil's presidential candidate of the Brazilian Social Democratic Party (PSDB) Aecio Neves (L) talks to Sao Paulo state Governor Geraldo Alckmin during a campaign rally in Sao Paulo, Brazil on October 7, 2014. Buoyed by business world favorite Aecio Neves defying the odds and early polls to reach a run-off in Brazil's presidential election, the Sao Paulo stock market soared almost five percent Monday. AFP PHOTO/NELSON ALMEIDA (Photo credit should read NELSON ALMEIDA/AFP/Getty Images)

O partido que mais faturou prefeituras nas capitais brasileiras foi o PSDB. No total, foram oito cidades, incluindo São Paulo (SP), a maior capital, e Porto Alegre (RS), que será administrada pela primeira vez por um tucano.

Presidente do PSDB, o senador Aécio Neves disse neste domingo (30) que uma "onda azul" varreria o País.

"O PSDB será o partido político que governará o maior número de brasileiros. Isso é uma resposta clara da sociedade brasileira ao papel que o PSDB vem desempenhando ao denunciar as irregularidades e irresponsabilidades do governo petista ao liderar uma agenda de reformas para o País."

Aécio conseguiu emplacar seu candidato na capital gaúcha — Nelson Marchezan Jr, eleito com 60,5% dos votos válidos. Entretanto, não fez o prefeito de Belo Horizonte, seu domicílio eleitoral. João Leite (PSDB) foi derrotada por Alexandre Kalil (PHS).

O PSDB também conquistou Teresina (PI), Belém (PA), Manaus (AM), Porto Velho (RO) e Maceió (AL).

O desempenho das legendas nas capitais foi o seguinte:

PSDB: 7

PMDB: 4

PDT: 3

PSB: 2

PSD: 2

PRB: 1

PHS: 1

DEM: 1

PMN: 1

PPS: 1

PT: 1

Rede: 1

PCdoB: 1

Se o PSDB foi o maior vitorioso do pleito municipal, 2018 é uma incógnita para o partido: quem será escolhido para representá-lo na próxima disputa presidencial?

Aécio sai parcialmente derrotado desta eleição, enquanto o governador Geraldo Alckmin ganhou tônus eleitoral com a vitória de João Doria à prefeitura de São Paulo em primeiro turno.

O nome do chanceler José Serra, atualmente no governo de Michel Temer, tampouco está descartado pela cúpula da sigla.

LEIA MAIS:

- Esquerda é a maior derrotada das eleições municipais de 2016

- PSDB sai fortalecido do 1º turno das eleições municipais e já mira campanha presidencial de 2018