NOTÍCIAS

Urgente: Eduardo Cunha é preso em Brasília

19/10/2016 13:43 -02 | Atualizado 19/10/2016 13:43 -02
Wilson Dias/Agência Brasil

O ex-deputado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi preso nesta quarta-feira (19), em Brasília. O pedido de prisão preventiva por tempo indeterminado foi assinado pelo juiz Sérgio Moro, 13ª Vara da Justiça Federal do Paraná, responsável pela força-tarefa da Operação Lava Jato.

A casa de Cunha, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro foi alvo de busca e apreensão. Moro determinou ainda o bloqueio de R$ 220,7 milhões de bens do ex-deputado.

Cunha é réu duas vezes pelo Supremo Tribunal Federal pela suspeita de manter contas não declaradas na Suíça, abastecidas com recursos de propina. Ele é acusado de lavagem de dinheiro, corrupção e evasão de divisas.

A investigação foi encaminhada à primeira instância quando Cunha perdeu o foro privilegiado, ao ser cassado, no mês passado. Na última quinta-feira (13), o peemedebista foi intimidado a apresentar sua defesa. Ele nega que tenha cometido irregularidades.

Cunha teve o mandato de deputado federal cassado por quebra de decoro parlamentar. Na votação que resultou na perda do mandato do ex-presidente da Câmara dos Deputados, 450 parlamentares o condenaram por ter mentido quando negou em depoimento à CPI da Petrobras ter contas bancárias no exterior.

LEIA TAMBÉM:

- Moro intima Cunha, e ação contra deputado cassado avança

- 'Ladrão!': Mulher bate em Cunha com a bolsa em aeroporto do Rio

- Processo de Cunha por contas nas Suíça vai para as mãos de Sérgio Moro