MULHERES

Em 'Por amor', personagem de Susana Vieira já previa que Hillary seria candidata a presidente dos EUA

17/10/2016 11:11 -02 | Atualizado 17/10/2016 11:11 -02
Reprodução

Quem assistiu a novela Por Amor, clássico de Manoel Carlos, pode não lembrar em detalhes de todos os diálogos do folhetim.

O colunista Maurício Stycer, do UOL, relembrou que a trama teve um momento profético quando Branca, personagem vivida por Suzana Vieira, sugeriu que Hillary Clinton poderia ser candidata à Casa Branca e se tornar a primeira mulher presidente dos Estados Unidos.

Na ocasião, o então presidente Bill Clinton sofria tentativa de impeachment devido ao caso que manteve com a estagiária Monica Lewinsky.

“O que está salvando este homem é o apoio da mulher”, diz ela, em uma conversa com o marido milionário Arnaldo, vivido por Carlos Eduardo Dolabella.

E continua:

“Ela (Hillary) não está pensando no marido dela, não. Ela está pensando nela. Ela vai sair candidata, você vai ver. E se as coisas continuarem como estão, ela vai ser a primeira presidente mulher dos Estados Unidos”.

Manoel Carlos é conhecido por trazer à tona temas do noticiário atual, além de discutir questões como alcoolismo, preconceito racial e bissexualidade.

Assista ao vídeo:

LEIA MAIS:

- 'Racista, sexista e sonegador': Hillary fala verdades sobre Trump em debate

- Esta eleição não é sobre política. É sobre a opinião dos EUA sobre as mulheres

Veja mais sobre novelas no HuffPost Brasil:

As maiores vilãs: Como estão as atrizes hoje