MULHERES

Esta menina tem só 7 anos e já entrou na lista dos 10 melhores escritores do mundo

13/10/2016 16:51 -03 | Atualizado 13/10/2016 16:51 -03

Enquanto muitas meninas se divertem com jogos onlines, programas de televisão e brinquedos, Michelle Nkamankeng ocupa seus horários livres com leituras.

A garota sul-africana de apenas 7 anos já escreveu quatro livros e pretende continuar a série.

"Escrever é divertido para mim e eu amo escrever no meu tempo livre. Eu amo escrever sozinha no silêncio do meu quarto. Às vezes eu peço conselhos para a minha irmã mais velha, que é a minha principal fonte de inspiração", contou a pequena autora em entrevista ao All4Women.

Seu livro de estreia, Waiting for the Waves (ou "Aguardando as Ondas", em tradução literal), foi o responsável por torná-la a mais jovem escritora do continente africano a entrar na lista dos 10 melhores escritores infantis do mundo.

A história foi inspirada na primeira vez em que Michelle viu o mar. Na praia com toda a sua família, ela não entendia porque os adultos ficavam de pé encarando o oceano e foi quando o seu pai explicou que eles estavam esperando as ondas.

Foi neste momento que Michelle compartilhou que ele tinha acabado de lhe dar uma ideia para o seu primeiro livro.

"Eu apenas ri e não levei nada disso a sério. Ela começou a pegar papéis em casa e amarrou o bloco como um livro. Ela fez tudo isso em segredo. Nós não tínhamos ideia do que ela estava fazendo até que ela deu a sua mãe o conteúdo escrito à mão, grampeado e encapado. Ela apenas disse: 'Mãe, este é o meu livro !", compartilhou Paul Nkamankeng, pai da garota, em entrevista ao Destiny Connect.

Paul Nkamankeng disse que eles se surpreenderam com a atitude da garota, então com 6 anos, mas apenas guardaram o manuscrito em sua estante.

Michelle, então, escreveu seu segundo livro, depois um terceiro e quando ela escreveu o quarto livro, ela simplesmente disse a seus pais que se eles não tinha planos de publicação de pelo menos uma de suas histórias, ela iria parar de escrever.

"Foi aí que começamos a levá-la a sério e mostramos seus livros para as pessoas que trabalham com edições. Ficamos mais inspirados para publicá-los depois da resposta positiva que recebemos", explicou Paul.

Waiting for the Waves trabakha a contradição das emoções vividas pela garota, de acordo com o prefácio do livro escrito por Colin Northmore, diretor do Sacred Heart College, escola que Michelle frequenta em Joanesburgo.

"A história destaca as contradições das emoções. Em última instância, por libertar-se do medo, você se dá permissão para experimentar a verdadeira beleza da natureza !"

LEIA MAIS:

- 11 livros infantis que discutem gênero e orientação sexual (FOTOS)

- 13 livros infantis para ensinar a importância dos direitos humanos às crianças (FOTOS)