ENTRETENIMENTO

Ava DuVernay, diretora de 'Selma', sobre Hollywood: 'É um patriarcado, liderado e construído para homens'

11/10/2016 15:15 -03 | Atualizado 11/10/2016 15:15 -03
Charles Sykes/Invision/AP
Director Ava DuVernay attends the 54th New York Film Festival opening night gala presentation and world premiere of "13th" at Alice Tully Hall on Friday, Sept. 30, 2016, in New York. (Photo by Charles Sykes/Invision/AP)

Em entrevista à Glamour, a cineasta Ava DuVernay, 44, falou sobre Queen Sugar, série de TV que ela criou com Oprah Winfrey para o canal OWN e tem sido exibida desde setembro.

Mas como Ava DuVernay é Ava DuVernay, é claro que ela nos brindou com aquelas opiniões fortes e inspiradoras sobre feminismo e representatividade de minorias.

A diretora indicada ao Globo de Ouro por Selma (2014) comentou sobre como foi difícil para ela, enquanto mulher, construir seu espaço em Hollywood.

"[A indústria] é um patriarcado, liderado e construído para homens, para fingir que Hollywood é qualquer coisa menos dissimulada", disse.

"[A campanha] #OscarsSoWhite está na moda, mas para cineastas mulheres e negros, não é moda. É nossa realidade e é importante que façamos algo para mudar isso. Nós temos que encontrar novos meios para trabalhar sem permissão, novos meios para percorremos nossos caminhos e passar por portas que são fechadas para nós, para criarmos nossas próprias audiências e nosso material independentemente."

DuVernay também disse que, sua mãe, Darlene Maye, lhe serviu de fonte para ter força e autoconfiança.

"Minha mãe sempre me disse que eu podia [fazer o que quisesse]. Desde muito cedo, eu me sentia confortável liderando. Eu nunca tive qualquer problemas em falar porque minha mãe, minha família, minha avó, minha tia – eu cresci em uma família dominada por mulheres – sempre me encorajaram a fazer isso. E se a garota não tem medo, então o mundo é a concha dela."

Boa, Ava! <3

LEIA MAIS:

- Sonia Braga apoia 'Fora Temer' em sessão de estreia de 'Aquarius' em NY

- A história de 'Audrie & Daisy' e porque precisamos falar sobre violência contra a mulher

- Natalie Portman brilha como Jacqueline Kennedy em trailer de 'Jackie'