NOTÍCIAS

Marcelo Crivella disputa 2º turno no Rio e afirma: 'Quero debate de alto nível'

02/10/2016 21:45 BRT | Atualizado 02/10/2016 21:45 BRT
NOVO! DESTAQUE E COMPARTILHE
Destaque o texto para compartilhar no Facebook e no Twitter
VANDERLEI ALMEIDA via Getty Images
Rio de Janeiro's Mayor candidate, Marcelo Crivella, the Brazilian Republican Party (PRB), gestures after casting his vote at a polling station in Copacabana, Rio de Janeiro, Brazil, during the municipal elections' first round, on October 2, 2016. Brazilians furious at recession and corruption voted Sunday in municipal elections amid heightened security after a series of murders of candidates. Among the first to cast his ballot in the financial capital Sao Paulo was Brazilian President Michel Temer from the center-left PMDB party, who took over the presidency in August after turning on his former leftist ally Dilma Rousseff and helping to force her from the top job in an impeachment vote. / AFP / Vanderlei ALMEIDA (Photo credit should read VANDERLEI ALMEIDA/AFP/Getty Images)

A disputa para a prefeitura do Rio de Janeiro permanece acirrada.

O senador Marcelo Crivella (PRB) vai enfrentar o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) no segundo turno da disputa pela prefeitura do Rio de Janeiro. Com 100% das urnas apuradas, eles registraram 27,78 % e 18,26 %, respectivamente, dos votos válidos.

Em entrevista à GloboNews, Crivella disse que acompanhou a apuração dos votos em casa ao lado de seus apoiadores. O candidato do PRB afirmou que não pretende dialogar com o PMDB e que espera um debate de "alto nível" com Freixo durante o segundo turno.

Crivella ainda argumentou que a derrota de Pedro Paulo (PMDB) foi muito simbólica na cidade, pois, apesar de contar com apoio da máquina pública e do atual prefeito Eduardo Paes, o concorrente não garantiu a vaga na continuação das eleições.

Para Crivella, as próximas quatro semanas de campanhas serão longas e ele se diz preparado para disputar cada voto que foi direcionado aos opositores Pedro Paulo, que recebeu 16,12 % dos votos, e Flávio Bolsonaro (PSC), com 14%.

LEIA MAIS:

- 'Se eu fosse defensor de bandido eu me candidataria pelo PMDB', acusa Freixo após ir para 2º turno

- João Doria (PSDB) é o novo prefeito de São Paulo e fortalece Geraldo Alckmin para Presidência em 2018

Candidatos a prefeito do Rio vão às urnas