NOTÍCIAS

Site do Ministério da Saúde é hackeado com críticas a Temer

27/09/2016 13:41 BRT | Atualizado 27/09/2016 13:41 BRT
NOVO! DESTAQUE E COMPARTILHE
Destaque o texto para compartilhar no Facebook e no Twitter

O site do Ministério da Saúde foi invadido na manhã desta terça-feira (27). A agenda do ministro Ricardo Barros foi alterada com dois eventos, às 19 horas "a renúncia do (vice) presidente da República Michel Temer (sic)" e uma hora antes "reunião com ministros e líderes da base aliada do GOLPE”.

O site chegou a ficar temporariamente fora do ar. De acordo com a assessoria de imprensa do ministério, assim que a alteração foi identificada a pasta acionou o Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus) para apurar o caso.

LEIA MAIS:

- ‘Estamos caminhando para o Estado de Exceção', diz Dilma sobre governo Temer na Lava Jato

- Antonio Palocci preso: Entenda a 35ª fase da Operação Lava Jato, que mira o ex-ministro

- STF autoriza investigação preliminar sobre Temer na Lava Jato