MULHERES

Grace Mendonça é oficializada na AGU; e é a primeira ministra mulher do governo Temer

09/09/2016 20:00 BRT | Atualizado 09/09/2016 20:00 BRT
NOVO! DESTAQUE E COMPARTILHE
Destaque o texto para compartilhar no Facebook e no Twitter
Wesley Mcallister/AscomAGU

O presidente Michel Temer nomeou a primeira mulher para um cargo de ministro. Grace Mendonça foi oficializada como Advogada-Geral da União, em edição extra do Diário Oficial da União desta sexta-feira (9).

Mendonça assume o cargo até então ocupado por Osório Medina, demitido na manhã sexta-feira.

Além de única ministra do governo Temer, Grace é a primeira mulher a assumir o comando da AGU. Ela está no órgão desde 2003. Antes de entrar para os quadros da advocacia do governo, Grace foi assessora do subprocurador-geral da República e advogada da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap).

Entre os casos que ela representou na AGU está a defesa da constitucionalidade da Lei Maria da Penha. A advogada também atuou nas ações relacionadas às dívidas dos Estados e à minirreforma eleitoral.

No fim da manhã, o governo divulgou uma nota oficial, na qual confirmou o convite:

"O presidente Michel Temer convidou hoje para ocupar o honroso cargo de Advogado-Geral da União, a doutora Grace Maria Fernandes Mendonça, distinta profissional e servidora de carreira daquele órgão. O presidente agradece os relevantes serviços prestados pelo competente advogado doutor Fábio Medina Osório, que deixa o cargo."

Demissão

A demissão foi provocada após um desentendimento entre Osório e o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, que teria ele mesmo demitido o chefe do AGU.

LEIA MAIS:

- Temer demite chefe da AGU e pode finalmente nomear uma mulher como ministra

- Reforma trabalhista de Temer permitirá jornada de trabalho de até 12 horas diárias

- Com Suplicy na linha de frente, manifestantes fazem ato contra Temer