NOTÍCIAS

Nas capitais, entre 8% e 19% avaliam governo Temer como ótimo ou bom, segundo Ibope

04/09/2016 19:07 -03 | Atualizado 04/09/2016 19:07 -03
Ueslei Marcelino / Reuters
Brazil's interim President Michel Temer gestures during a ceremony where he made his first public remarks after the Brazilian Senate voted to impeach President Dilma Rousseff at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil, May 12, 2016. REUTERS/Ueslei Marcelino

A avaliação do governo do presidente Michel Temer como “ótimo” e “bom” varia de 8% a 19% nas capitais, segundo pesquisas Ibope realizadas nesta semana e na semana passada.

A compilação dos dados foi feita pelo G1. As sondagens têm nível de confiança de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos para mais e para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

Salvador (BA) registra o maior índice de rejeição, com 53% classificando o governo como "ruim ou péssimo". Já Manaus (AM) tem o melhor cenário para o peemedebista, com 19% de avaliação "ótimo ou bom".

Em São Paulo, 13% consideram a gestão Temer "ótima ou boa", 36% regular e 41% "ruim ou péssimo.

A maior parte dos levantamentos foi feita antes do impeachment de Dilma Rousseff, quando o peemedebista ainda ocupava a Presidência interinamente.

Neste domingo (4), manifestantes foram às ruas para pedir a saída de Temer e a realização de novas eleições.

Na China, onde participará da cúpula do G20, Temer minimizou as manifestações realizadas nos últimos dias. Neste domingo, em entrevista coletiva à imprensa, afirmou que "depredação é delito, não é manifestação". No sábado, o peemedebista disse chamou os protestos de "não democráticos" e que reúnem cerca de 40 pessoas.

LEIA TAMBÉM

- Manifestantes pedem 'Fora, Temer' e novas eleições presidenciais

- Em viagem à China, Temer compra sapato de R$ 388 e cachorro-robô

- Pós-impeachment, PT defende novas 'Diretas Já' e procura apoio em manifestações