POLÍTICA

PSDB, PT, PMDB e outros 6 partidos formam coligação para moralizar Lorena (SP)

26/08/2016 21:07 BRT | Atualizado 26/08/2016 21:07 BRT
Reprodução/Twitter

Fábio Marcondes (PSDB) é o atual prefeito de Lorena, em São Paulo, e está na disputa pela reeleição na cidade.

O candidato faz parte da Coligação Moralização e Progresso, que é constituída por nove partidos: PSDB, PMDB, PT, PPS, SD, PC do B, DEM, PR e PSD.

Talvez esta seja uma das mais amplas ~bizarras~ coligações em disputa por uma prefeitura no País. Isso porque partidos que supostamente fariam oposição uns aos outros — ao menos em nível federal — estão unidos em prol de uma candidatura nesse município.

Fábio Marcondes briga pelos votos contra Elcio Vieira (PV) e Sylvio Ballerini (PTB). O empresário estreou na carreira pública como vereador de 2005 a 2008. Depois, assumiu a prefeitura da cidade, em 2012, com 44% votos.

No início do ano, Marcondes chegou a afirmar que não iria disputar a reeleição em entrevista ao jornal local Atos:

"Sempre deixei claro que não era a favor da reeleição. Falei isso em palanque, em debate político. Olha o exemplo de Lorena. Tivemos duas reeleições. O Aloísio Vieira teve um primeiro mandado dinâmico e um segundo muito problemático. Depois veio Dr. Paulo Neme, nem é preciso comentar a tragédia que foi. Quando ganhamos, colocamos em prática a recuperação da cidade. (...) Se eu ganho a eleição, vou sair com 62 anos da prefeitura. Tenho um filho de 9 anos. Nessa campanha de Facebook será uma das campanhas mais sujas e baixas da cidade. Nisso, meu filho vai ser exposto?"

Mas o prefeito voltou atrás e oficializou sua proposta para o segundo mandato. O plano de governo da atual candidatura está disponível aqui.

Lançado nosso cômite!

Uma foto publicada por Fabio Marcondes (@fabiomarcondesoficial) em

LEIA MAIS:

- Ibope: Russomanno lidera pesquisa para Prefeitura de São Paulo

- Erundina volta a ocupar cadeira da presidência da Câmara em protesto contra novo líder da Casa