NOTÍCIAS

Merecido: Isaquias será o porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento da Rio 2016

20/08/2016 14:15 BRT | Atualizado 20/08/2016 14:15 BRT
Mike Ehrmann via Getty Images
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - AUGUST 18: Isaquias Queiroz dos Santos of Brazil celebrates after winning bronze in the Men's Canoe Single 200m Final at the Lagoa Stadium on Day 13 of the 2016 Rio Olympic Games on August 18, 2016 in Rio de Janeiro, Brazil. (Photo by Mike Ehrmann/Getty Images)

O maior medalhista do Brasil em uma única Olimpíada, com duas pratas e um bronze, Isaquias Queiroz, de 22 anos, vai ser o porta-bandeira do País na cerimônia de encerramento do evento, que acontece amanhã (21), a partir das 20h no Maracanã, no Rio.

A informação foi confirmada no início da tarde deste sábado (20) e encheu de alegria o baiano. Antes mesmo de conquistar as medalhas e o carinho de todos os brasileiros, Isaquias já sonhava em ser porta-bandeira no encerramento.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o canoísta compartilhou o desejo:

"Espero carregar a bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento da Olimpíada. Mas, para isso, preciso estar com as três medalhas no peito e ser um dos grandes nomes dos Jogos. Espero voltar para casa com dever cumprido. Eu gosto de festa, pra caramba, e quero fazer a minha no Rio."

Dito e feito. Nesta manhã, Isaquias ficou em segundo lugar na prova C2 1.000 metro da canoagem, ao lado de Erlon Souza, e conquistou sua terceira medalha em uma única Olimpíada -- algo inédito para o Brasil.

Além da prova de hoje, ele ganhou prata no C1 1.000 metros e bronze no C1 200 metros. Até os jogos deste ano, a modalidade nunca havia tido um brasileiro no pódio.

LEIA MAIS:

- Deu PRATA na final de canoagem dupla e Isaquias Queiroz faz história na Rio 2016 com três pódios

- Ubaitaba é 'cidade das canoas' em tupi. E foi de lá que surgiu Isaquias Queiroz