NOTÍCIAS

Barreira holandesa interrompe o sonho do handebol feminino

16/08/2016 11:32 BRT | Atualizado 16/08/2016 11:32 BRT
NOVO! DESTAQUE E COMPARTILHE
Destaque o texto para compartilhar no Facebook e no Twitter
ROBERTO SCHMIDT via Getty Images
Brazil's right wing Eduarda Amorim (L) vies with Netherlands' centre back Nycke Groot during the women's quarterfinal handball match Brazil vs Netherlands for the Rio 2016 Olympics Games at the Future Arena in Rio on August 16, 2016. / AFP / afp / Roberto SCHMIDT (Photo credit should read ROBERTO SCHMIDT/AFP/Getty Images)

A seleção brasileira feminina de handebol enfrentou a Holanda, nesta terça-feira (16), pelas quartas de final da Rio 2016. O confronto foi acirrado no primeiro tempo, com forte presença e ataque da Holanda, atual vice-campeã mundial.

A seleção brasileira errou passes durante o início do jogo, todos aproveitados pelo contra-ataque da Holanda. Ao final do primeiro tempo, a seleção brasileira conseguiu reagir e diminuir a vantagem das holandesas para apenas um gol (11 x 12).

Os destaques do Brasil no primeiro tempo foram Ana Paula Belo no ataque e Babi na defesa.

Depois do intervalo, a Holanda continuou abrindo vantagem sobre o Brasil. Foram três gols com pouco mais de dois minutos de jogo. Durante a partida, a torcida brasileira passou a reagir junto com o Brasil - que se mostrou mais ofensivo, marcando gols.

Na metade do segundo tempo, apesar da ofensiva, o Brasil apresentava dificuldade de parar o ataque das holandesas - que chegaram a abrir vantagem de 6 pontos. Apesar de boas defesas de Babi, gols de Alê e Duda Amorim, o Brasil não consegue deter a Holanda.

Pouco minutos antes do fim do jogo, Holanda abriu vantagens de 5 gols, deixando o sonho de uma inédita semifinal olímpica distante.

A Holanda venceu o Brasil com placar de 32 x 23.

O jogo repercutiu nas redes sociais. Veja alguns comentários feitos no Twitter:

Trajetória positiva

Com a base campeã do mundial de 2013, o time brasileiro chegou à Rio 2016 com o objetivo de superar a campanha de Londres 2012.

E estavam indo bem. Foram quatro vitórias em cinco jogos – uma delas em cima de Angola por 28 x 24, em um jogo bastante movimentado.

Líder do grupo A e já classificada para as quartas de final da competição, as brasileiras venceram por 29 x 23, no último domingo (14), a seleção de Montenegro.

A vitória sobre a Holanda colocaria a seleção brasileira feminina de handebol pela primeira vez em uma final olímpica.

LEIA MAIS:

- Depois de disputa acirradíssima na canoagem, Isaquias Queiroz dos Santos É PRATA!!

- NEM ME VIU! Thiago Braz é OURO no salto com vara com recorde olímpico

- #ElasNaRio2016: Simone Biles é só elogios a Flavinha: 'Esperava ela ganhando a medalha e não eu'