VIRAL

Dono do biscoito Globo está 'chateado' com crítica de jornalista do 'NYT'

15/08/2016 16:20 -03 | Atualizado 15/08/2016 16:20 -03
Reprodução/Instagram

A dura crítica do repórter americano David Segal a um dos símbolos cariocas, o famoso biscoito Globo, gerou reações de todo o canto do Brasil e um desabafo de um dos sócios que fabricam o biscoito. Milton Ponce, de 80 anos, recebeu o jornalista em sua fábrica e agora está chateado com a crítica, de acordo com o filho do empresário, Marcelo Ponce.

No último domingo (14), o jornal americano New York Times publicou uma reportagem na qual faz críticas pesadas à culinária da cidade do Rio de Janeiro. A polêmica, porém, ficou por conta de sua opinião ao biscoito de polvilho que é marca registrada das praias cariocas, se tornando, inclusive, patrimônio cultural da cidade, junto com o também famoso mate gelado.

Apesar do sucesso, o jornalista não se deixou impressionar e fez críticas pesadas à iguaria. No texto, ele chegou a dizer que é um alimento "sem gosto" e que não passava de "ar transformado em biscoito, em forma de anel".

"Coloque um na sua boca e será como se seus dentes estivessem em uma festa para a qual sua língua não foi convidada."

Isso bastou para enfurecer internautas brasileiros de todas partes do País. Nas redes sociais, não faltaram reações à opinião do repórter do NYT:

Para fazer a reportagem, o jornalista frequentou pontos famosos da culinária carioca, conversou com comerciantes da cidade e visitou a fábrica do biscoito Globo. Ao portal G1, Marcelo diz que o pai, Milton Pontes, ficou mais chateado pela crítica generalizada à culinária carioca.

"[Meu pai] recebeu o jornalista aqui na fábrica e está chateado. Não por terem falado mal do biscoito. Disseram que é insosso, sem sal e sem gosto, e isso é uma questão de gosto. Ele está chateado porque falaram mal da culinária carioca como um todo."

Por outro lado, Marcelo disse que seu pai ficou contente com o carinho dos brasileiros. "Está muito feliz com a repercussão positiva na internet, nas redes sociais, com todos nos defendendo."

LEIA MAIS:

- AQUI NÃO, QUERIDINHO! New York Times passa dos limites e critica Biscoito Globo

- Biscoito Globo desembarca em SP com preço do Leblon