MULHERES

A Rio 2016 é delas: Menções à Rafaela superam Neymar na web. Seleção feminina é mais vista que masculina na TV

10/08/2016 18:50 BRT | Atualizado 10/08/2016 18:50 BRT
Montagem/Reuters

Se você ainda tem dúvidas de que os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro são das MULHERES, talvez dois dados divulgados na primeira semana de competições resolvam esse problema.

E são dados que vão além do quadro de medalhas (já dominado por elas).

O primeiro diz respeito a popularidade de Rafaela Silva na internet, primeiro ouro do Brasil na Rio 2016 no judô, em relação ao craque Neymar - que não tem mostrado bom desempenho na seleção masculina de futebol.

De acordo com a coluna de Ancelmo Gois, do jornal O Globo, entre segunda-feira (8), dia em que Rafaela conquistou o ouro, e terça (9), houve mais de 180 mil menções na internet à judoca (Twitter, sites e blogs).

Neymar, que costumava ser uma das personalidades mais comentadas da web, foi citado apenas 110 mil vezes. A apuração dos números foi feita por Marco Aurelio Ruediger, diretor da DAPP (Diretor de Análise de Políticas Públicas).

Já o segundo dado é sobre a audiência do jogo da seleção feminina de futebol que superou à masculina - algo inédito na TV brasileira.

De acordo com o UOL, apesar do empate em 0 a 0, a partida entre Brasil e África do Sul, disputada ontem (9) por Marta e cia., teve média de 26,7 pontos na TV Globo, dois pontos a mais do que o jogo entre a seleção masculina, disputado no mesmo horário (22h) no domingo.

Esse número chega perto da maior audiência da emissora com partidas do Campeonato Brasileiro às quartas-feiras, que geralmente alcança 27 pontos - segundo dados do Ibope na Grande São Paulo.

Para se comparar, a partida entre Atlético-PR e Corinthians, exibida pela Globo na última semana, rendeu 26,9 pontos.

Who run the world? Girls!

LEIA MAIS:

- Rafaela Silva: Do racismo e depressão ao OURO olímpico na Rio 2016

- #ElasnaRio2016: Flavinha tem uma estratégia: a alegria! Conheça a ginasta em ascensão