NOTÍCIAS

Servidor público, com ingressos para futebol da Rio 2016, fará horário especial em Brasília

09/08/2016 12:25 BRT | Atualizado 09/08/2016 12:25 BRT
Ueslei Marcelino / Reuters
Member of the Lower House of Congress, Bruno Araujo (C) celebrates with fellow congressmen after his vote in favor of the impeachment of President Dilma Rousseff was enough to confirm the process, in Brasilia, Brazil April 17, 2016. REUTERS/Ueslei Marcelino TPX IMAGES OF THE DAY

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP) autorizou servidores públicos federais, que tenham adquirido ingresso para as partidas de futebol dos Jogos Olímpicos de 2016 em Brasília, a cumprir horário de expediente especial. A portaria que trata do assunto foi publicada hoje (9) no Diário Oficial da União.

O ministério informa que hoje estes servidores poderão realizar expediente até às 12h e, nos dias 10 e 12, haverá possibilidade de ponto facultativo.

Em todos os casos, terão que comunicar às chefias imediatas o interesse em realizar o horário especial. As horas não trabalhadas deverão ser compensadas até 31 de dezembro de 2016. A liberação acontecerá desde que não prejudique as atividades da administração pública, destaca nota do ministério.

Nas demais cidades onde estão sendo realizados os jogos, as repartições públicas deverão seguir os pontos facultativos e horários especiais de funcionamento definidos pelos estados e municípios que sediam os eventos.

LEIA MAIS:

- Afinal, o que a lei brasileira diz sobre se manifestar politicamente nos estádios?

- NYT: Repressão a protestos contra Temer na Rio 2016 questiona liberdade de expressão