LGBT

'História faz a trans que está tentando estudar', diz Léa T, que liderou atletas brasileiros na abertura da Rio 2016

07/08/2016 13:06 BRT | Atualizado 07/08/2016 13:06 BRT
LEON NEAL via Getty Images
A woman on a bicycle leads the Brazil delegation during the opening ceremony of the Rio 2016 Olympic Games at the Maracana stadium in Rio de Janeiro on August 5, 2016. / AFP / Leon NEAL (Photo credit should read LEON NEAL/AFP/Getty Images)

A modelo internacional Lea T se emocionou - e nos emocionou - ao comentar sua participação na festa de abertura dos Jogos Olímpicos 2016. Foi ela quem apresentou a delegação brasileira na cerimônia, pedalando a bicicleta com o nome do Brasil à frente dos atletas.

Durante uma entrevista no programa Estúdio i, da GloboNews, Lea foi questionada pela apresentadora Leila Sterenberg se ela pensava sobre como estava 'fazendo história'. A resposta de Lea para a jornalista não poderia ser mais comovente.

'Eu não fiz história. História faz aquela que está na faculdade tentando estudar, a outra que apanha e acorda no outro dia tentando seguir em frente pra tentar ajudar a família ou ser o que ela é enquanto o mundo todo vai contra. Eu acho que história mesmo quem faz são essas. Eu só represento"

Esta não foi a primeira que a modelo destacou a importância de se dar ouvidos e respeitar não apenas ela, mas toda a comunidade de transexuais. Em entrevista recente à BBC, Léa afirmou que levanta uma bandeira "como qualquer outra transexual".

"Falo da transexualidade porque faz parte da minha história, mas sou apenas mais uma integrante desta comunidade, sou mais uma. Sei que sou privilegiada por ter a mídia que me ouve, mas cada transexual em sua luta cotidiana tem igual importância para os LGBTs."

Filha mais velha do ex-jogador de futebol Toninho Cerezo, Leandra Medeiros Cerezo nasceu em Belo Horizonte, em 1981, mas cresceu na Itália, onde se consagrou como modelo. Desde 2014, ela é o "rosto" da marca Redken, do Grupo L'Óreal.

Em 2015, Lea foi eleita pela revista Forbes como uma das 12 mulheres que mudaram a moda italiana.

A photo posted by leacerezo (@leacerezo) on

LEIA MAIS:

- Para a Forbes, modelo transexual Lea T está entre as mulheres que mudaram a moda italiana ❤

- Site Transerviço conecta profissionais trans e travestis a empresas sem preconceito