NOTÍCIAS

Governo Temer prioriza aliados em repasses. São R$ 2 bilhões a aliados em 51 dias

25/07/2016 09:25 -03

michel temer

Em dois meses, o governo Michel Temer já distribuiu cerca de R$ 2 bilhões em convênios liberados com prefeituras. Com 1.024 prefeitos eleitos em 2012, o PMDB, partido de Temer, tem o maior número de prefeituras do País e espera crescer neste ano.

Levantamento do jornal O Estado de S. Paulo, com base em dados da Controladoria-Geral da União (CGU), aponta que os valores foram transferidos a 2.448 municípios e se destinaram a 5.213 obras.

A divisão das verbas, porém, está sendo, de acordo com o jornal, para "fazer agrados às bases políticas". "Pastas como Transportes, Esporte, Desenvolvimento Social Agrário e Ciência e Tecnologia concentraram repasses nos Estados dos respectivos titulares", conta o Estadão.

Em 51 dias, o valor das liberações de Temer é equivalente a dois terços dos R$ 2,9 bilhões que a presidente afastada Dilma Rousseff transferiu para os prefeitos entre janeiro e o início de maio. Em média, Dilma repassava R$ 21,8 mil diariamente a 2.413 municípios. A média de Temer, nestes primeiros 51 dias, é de R$ 38,1 mil por dia. Os dados se referem a até 2 de julho, quando a legislação eleitoral impõe restrições aos repasses.

LEIA TAMBÉM:

- Ombudsman diz que Folha 'errou e persistiu no erro' ao ocultar dados de pesquisa

- Em crise, governo sanciona aumento de 41,5% para o Judiciário

- The Intercept diz que Folha manipulou pesquisa para favorecer Temer

- A receita do governo Temer para sair da crise inclui mexer nas leis trabalhistas