ENTRETENIMENTO

Após anunciar tratamento contra o câncer, Edson Celulari agradece apoio: 'A manifestação de vocês está me fortalecendo'

05/07/2016 11:53 BRT | Atualizado 05/07/2016 11:53 BRT
Reprodução/Instagram

Há duas semanas o ator Edson Celulari anunciou em seu perfil do Instagram que está em tratamento contra um linfoma não-Hodkin, um tipo de câncer.

Ele publicou uma foto dizendo que todo apoio seria bem vindo, e é isso, de fato, que tem recebido. Neste domingo (3), o ator postou outra foto mostrando e agradeceu todo o carinho que as pessoas tem compartilhado com ele:

"Muito obrigado a todos que oraram, torceram e pediram por mim. A manifestação de vocês foi emocionante e está me fortalecendo. A luta continua e a vitória, cada dia mais próxima. #TodoCarinhoSeráBemVindo #ForçaCelulari"

Apoio da família

Os familiares de Celulari se uniram em uma ação de apoio ao ator: Seus sobrinhos Ciro, Tiago, e Vitor Celulari, e o filho, Enzo Celulari rasparam a cabeça e iniciaram uma campanha por meio da hashtag #TodosPorCelulari.

Uma montagem mostrando todos eles de cabeça raspada foi publicada na página de um fã-clube do ator:

Se tem uma coisa que eu admiro é a FAMÍLIA! Família é a base de tudo, o princípio de tudo. Quando essa família é unida eu me emociono ainda mais. Que lindo e gratificante é ver esse apoio e essa união dos homens da família Celulari que estão tendo diante de um problema. Vocês são admiráveis! Que essa união, essa força e esse suporte que cada um de vocês estão dando ao Edson venha ser ingredientes essenciais nesse tratamento que com toda a certeza do mundo Deus já deu a vitória para ele seguir em frente. Parabéns pela atitude de vocês meninos, está sendo incrível ver esse amor e união ! Ahhh! É dos carecas que elas gostam mais! 😂😂😍❤️👏🏼 Obrigado Ciro, Tiago, Vítor e Enzo! ❤️ #TodosPorCelulari. | Coloquem os Créditos ao Fãsite, por favor.

A photo posted by Fãsite Edson Celulari (@fasiteedsoncelulari) on

Linfoma não-Hodgkin

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), existem mais de 20 tipos de diferentes linfomas não-Hodgkin.

Essa doença já acometeu diferentes personalidades brasileiras, como por exemplo o ator Reynaldo Gianecchini, o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, e a presidente afastada Dilma Rousseff.

Entre os sintomas da desse tipo de câncer estão: aumento dos linfonodos do pescoço, axilas e/ou virilha; sudorese noturna excessiva; febre; prurido (coceira na pele); e perda inexplicada de peso.

O Inca aponta que o Brasil deve registrar 10.240 casos de linfoma não-Hodgkin em 2016, com incidência maior em homens do que em mulheres.

Na maioria dos casos, o tratamento é feito com quimioterapia, radioterapia ou ambos.

Também na maioria dos casos, os linfomas não têm causa específica que contribua para o seu surgimento. Diferente do câncer de pulmão, por exemplo, cujo fumo atua como agente estimulante.

Continue na luta, Celulari! Torcemos por você.