NOTÍCIAS

Uma garota de 12 anos arrecadou livros e fez uma biblioteca comunitária no sertão baiano

01/07/2016 17:19 -03 | Atualizado 01/07/2016 17:19 -03
Reprodução/Teones Araújo

Maria Clara tem apenas 12 anos, mas teve uma ideia que vai ficar para a eternidade e pode mudar a vida de qualquer pessoa, independente da idade.

Ela criou uma biblioteca comunitária no povoado de Serrote, no sertão da Bahia.

Segundo o site local Calila Noticias, a ideia partiu da menina, que arrecadou todos os livros por meio de campanhas de doações e pedidos em grupos no Whatsapp.

O objetivo, segundo Clarinha, como é conhecida pelos amigos, é criar oportunidades para que os jovens da comunidade se interessem por histórias tanto quanto ela.

Com ajuda da diretora de sua escola e do seu avó, a garota montou um acervo, que contempla desde livros didáticos, romances e até clássicos da literatura brasileira.

O local escolhido para ser a sala de leitura é uma casinha simples, com algumas prateleiras de ferro, onde antes funcionava um posto telefônico, às margens da rodovia que cruza a cidade.

biblioteca

Apesar da simplicidade, Clarinha faz questão de manter a ordem e o cuidado com os livros - ela sabe o poder de transformação que eles têm. Os títulos são catalogados e funcionam em esquema de empréstimo e devolução.

“A biblioteca é de toda comunidade. Esses livros não são meus, são para quem quiser levar pra casa, e ficar quanto tempo for necessário pra terminar a leitura.”

LEIA MAIS:

- Ex-morador de rua, Denis fez uma vaquinha para estudar Medicina no Canadá - e se surpreendeu

- Empresário usa horário do almoço para ensinar moradora de rua a ler

- Ele trocou a prisão pela universidade e tirou 10 no trabalho de conclusão de curso