NOTÍCIAS

'É o começo de uma nova era': Roma elege prefeita pela 1ª vez

21/06/2016 10:26 BRT | Atualizado 21/06/2016 10:26 BRT
Bloomberg via Getty Images
Virginia Raggi, Rome's mayor-elect, wavess during a news conference in Rome, Italy, on Monday, June 20, 2016. Italy's anti-establishment Five Star Movement is poised to win elections in Rome and Turin in a populist surge that would give the Italian capital its first female mayor and threaten to derail Prime Minister Matteo Renzi's reform agenda. Photographer: Alessia Pierdomenico/Bloomberg via Getty Images

Já estava mais do que na hora. Após mais de 2.500 anos de "reis, imperadores e papas", Roma tem sua primeira prefeita.

Virginia Raggi tem 37 anos, e se candidatou pelo partido populista Movimento 5 Estrelas (M5S), criado em 2009. Ela conquistou 67,2% dos votos no segundo turno, o que representa uma amarga derrota para o atual primeiro-ministro Matteo Renzi, que apoiou o candidato derrotado Roberto Giachetti. Sua vitória expressiva também aumenta as expectativas para as eleições gerais no país, marcadas para 2018.

"Uma nova era está começando conosco", disse Raggi depois de que sua vitória foi confirmada. "Nós vamos trabalhar para trazer de volta a legalidade e a transparência às instituições da cidade", comentou Raggi, que além de ser a primeira mulher, é a pessoa mais jovem a ser eleita para o cargo.

Segundo o The Local, uns dos principais desafios da advogada será combater a corrupção na política romana. Essa foi, inclusive, uma das suas principais bandeiras durante a campanha.

Também estão entre as suas promessas melhorar a qualidade do transporte público em Roma e tornar a coleta de lixo mais eficiente. Ainda está na sua lista de projetos o de reduzir o débito da "cidade eterna" que ultrapassa os 12 milhões de euros (R$ 45,7 milhões).