NOTÍCIAS

Deputada Federal 'ignora' concurso público e recomenda empresário para cargo de diplomata

15/06/2016 10:49 BRT | Atualizado 15/06/2016 10:49 BRT
Reprodução/Facebook

Três etapas. Conhecimento em Língua Portuguesa, História do Brasil, História Mundial, Política Internacional, Geografia, Inglês, Francês, Espanhol, Noções de Economia e Noções de Direito e Direito Internacional Público. Muitos anos de estudo.

Passar no Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) não é nada simples.

Para a deputada federal Geovania de Sá (PSDB-SC), o caminho parecia ser mais fácil: bastaria mandar um ofício para o ministro interino das Relações Exteriores, José Serra, que o microempresário Mauricio Studt conseguiria uma vaga no Ministério das Relações Exteriores.

Uma foto do documento que começou a circular nas redes sociais deixou irados vários candidatos que, há anos, se preparam para a prova.

"Por oportuno, informo tratar-se de pessoa idônea, responsável, e com desejo imenso em trabalhar no Ministério das Relações Exteriores, conforme currículo anexo", afirma a deputada no Ofício 027/2016.

Natural de Iují, no Rio Grande do Sul, Studt é proprietário de uma franquia da Cacau Show em Criciúma.

Provavelmente é por isso que a deputada sugere, "com total confiança em recomendá-lo", que Studt seja alocado em Brasília ou em Florianópolis - embora o nível inicial da carreira diplomática não preveja atividade regular na capital catarinense.

Procurada pelo G1, a deputada Geovânia confirmou a autenticidade do documento, e afirmou que não tinha intenção de burlar o concurso público.

Ela disse que o ofício foi encaminhado ao Itamaraty por "sua assessoria que não conferiu os requisitos básicos para a posse do cargo".

"A deputada assina incontáveis documentos diariamente e confia o conteúdo aos profissionais de seu gabinete. Ela defende que jamais teve a intenção de burlar qualquer concurso público e ainda lembra que sempre se manifestou a favor de sua obrigatoriedade. Geovania, inclusive, já recomendou ao senhor Maurício que estude para ingressar na carreira", diz a nota publicada pelo site.

Studt, todavia, parece saber como o sistema de ingresso funciona, pois chegou a compartilhar posts de cursos preparatórios para o concurso em seu perfil do Facebook.

merito5

O empresário também postou frases motivacionais que falam sobre força de vontade.

merito1

E se posicionou favoravelmente a cortes de cargos comissionados.

merito2

No entanto, nem tudo está perdido. O CACD está com inscrições abertas até a próxima segunda-feira (20).

São oferecidas 22 vagas de ampla concorrência, o salário inicial é de R$ 15.005,26 e a taxa para inscrição no concurso é de R$ 225 (leia o edital completo aqui). No concurso realizado no ano passado, o MRE registrou 6.003 candidatos inscritos para 30 vagas, uma média de 200,1 candidatos por vaga. Não vai ser fácil.