NOTÍCIAS

Adele cai no choro ao dedicar show na Bélgica às vítimas de ataque em Orlando (VÍDEO)

13/06/2016 16:05 -03 | Atualizado 13/06/2016 16:05 -03
Reprodução/YouTube

A cantora Adele caiu no choro na noite de domingo (12) ao dedicar seu show às vítimas do massacre em Orlando.

Adele abriu o concerto na cidade de Antwerp, na Bélgica, com um discurso sobre o ataque à boate Pulse, onde Omar Mateen atirou em dezenas de pessoas, deixando mais de 50 feridos e 49 mortos.

"Eu gostaria de começar esta noite dedicando este show por inteiro a todos em Orlando e que estiveram na boate Pulse na noite passada", disse a cantora, já aparentemente emocionada.

Ela continuou o discurso mostrando seu carinho à comunidade LGBT. "A comunidade LGBT, eles são como minha alma gêmea desde que eu era muito nova, então, eu estou muito comovida", disse Adele antes de começar a chorar.

Após dar uma pausa para se recompor, a cantora descontraiu. "Eu não sei porque já estou chorando, já que esta noite será miserável, a maioria das minhas músicas é miserável. Eu tenho duas músicas que soam felizes, mas na verdade não são."

O discurso e a reação de Adele foi filmada e logo compartilhada por milhares de pessoas. Você pode ver a abertura do show, com a fala da cantora, no vídeo abaixo (em inglês):

Terror em Orlando

Na noite de sábado, Omar Mateen entrou na boate Pulse, frequentada pelo público LGBT, e atirou contra as pessoas com um fuzil e um revólver de pequeno porte.

O atirador teria jurado fidelidade ao Estado Islâmico, grupo terrorista que depois reivindicou o atentado. Omar foi morto pela polícia após horas de negociação dentro da boate.

O congressista democrata Alan Grayson disse que é provável que o ataque tenha motivos ideológicos, como homofobia e extremismo religioso.

As autoridades americanas continuam investigando as razões do massacre, que já é o maior causado por um atirador na história dos Estados Unidos.

LEIA MAIS:

- Foi homofobia, sim! Massacre em Orlando mistura ódio e fácil acesso às armas

- 'Ele está vindo. Eu vou morrer': Vítima manda mensagem para mãe minutos antes de morrer em massacre em Orlando