NOTÍCIAS
10/06/2016 11:58 -03

Estatal do estado de Minas fez parceria com empresa de pai de Aécio em 2010

YASUYOSHI CHIBA via Getty Images
Social Democrat presidential candidate Aecio Neves gestures after voting in the run-off election in Belo Holizonte, Brazil, on October 26, 2014. After a contentious campaign, Brazilian polls opened amid tight security Sunday as voters headed out to elect their next president. Some 143 million people in the world's seventh-largest economy were choosing between leftist incumbent Dilma Rousseff, who final opinion polls showed had a narrow edge, and Social Democrat Aecio Neves, scion of a famous political family. AFP PHOTO / YASUYOSHI CHIBA (Photo credit should read YASUYOSHI CHIBA/AFP/Getty Images)

Uma estatal do governo de Minas Gerais fez uma parceria em 2010 com a empresa do pai do senador Aécio Neves (PSDB), Aécio Ferreira da Cunha, quando seu filho ainda era governador.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o acordo entre a estatal Epamig e a Perfil Agropecuária foi firmado 11 dias antes de Aécio renunciar o cargo para concorrer ao Senado e previa o pagamento de R$ 250 mil para a produção de feijão na fazenda da família, localizada entre as cidades de Montezuma e Mortogaba. Em dezembro do mesmo ano, foram pagos R$ 150 mil.

Segundo o jornal mineiro O Tempo, na última quarta-feira (8), o deputado estadual Rogério Correia (PT) entrou com um pedido de investigação contra o termo de parceira entre a estatal e a empresa do pai de Aécio no Ministério Público Estadual.

"Ele [Aécio Neves], enquanto governador beneficia familiares com um acordo como este. O pai dele fez um contrato com o Estado enquanto ele era o chefe do Estado. É claro que é algo a se desconfiar", disse Correia ao O Tempo.

Com a morte de Aécio Cunha, no mesmo ano do contrato, a empresa foi herdada pelos seus filhos, Aécio e Andrea Neves.

LEIA MAIS:

- Pesquisa CNT: Lula lidera intenções de voto; Temer e Bolsonaro estão empatados em 5º lugar

- Gilmar Mendes autoriza abertura de segundo inquérito contra Aécio Neves