NOTÍCIAS

Tragédia: Sobe para 133 número de corpos encontrados na costa da Líbia

05/06/2016 13:47 BRT | Atualizado 05/06/2016 13:47 BRT
Hani Amara / Reuters
Libyan Red Crescent workers put bodies into body bags, after migrants who died when a boat sank off the coastal town of Zuwara west of Tripoli,in Libya June 3, 2016. REUTERS/Hani Amara

Corpos de 133 imigrantes foram recuperados nos últimos dias na cidade costeira de Zuara, na Líbia, informou neste domingo (5) o Crescente Vermelho.

De acordo com o porta-voz Al-Khamis al-Bosaifi, cerca de três quartos do grupo eram mulheres e havia ao menos cinco crianças. Não foram encontrados documentos com os corpos, parcialmente decompostos, que, segundo ele, eram principalmente africanos subsaarianos.

Um oficial de segurança local acredita que a origem dos imigrantes seja a cidade vizinha de Sabratha, onde uma debandada de barcos conduziu a centenas de mortes de imigrantes na semana passada.

Na esperança de chegar à Itália através da Líbia, imigrantes pagam centenas de dólares a traficantes por um lugar no barco. Na maioria das vezes, as embarcações são frágeis e mal equipadas para realizar viagens pelo Mediterrâneo.

A travessia é muito mais perigosa do que entre a Turquia e a Grécia, rota marítima mais movimentada até março, quando passou a vigorar um acordo para conter os fluxos entre a União Europeia e a Turquia.