NOTÍCIAS

MILAGRE! Após passar seis dias perdido em floresta, menino japonês é encontrado com vida

03/06/2016 09:49 BRT | Atualizado 03/06/2016 09:49 BRT
KYODO Kyodo / Reuters
An undated photo shows 7-year-old Yamato Tanooka who went missing on May 28, 2016 after being left behind by his parents, was found alive at Japan Ground Self-Defense Force's Komagatake exercise area, in Shikabe town on the northernmost Japanese main island of Hokkaido, Japan, in this photo released by Kyodo on June 3, 2016. Mandatory credit Kyodo/via REUTERS ATTENTION EDITORS - THIS IMAGE WAS PROVIDED BY A THIRD PARTY. EDITORIAL USE ONLY. MANDATORY CREDIT. JAPAN OUT. NO COMMERCIAL OR EDITORIAL SALES IN JAPAN. TPX IMAGES OF THE DAY

Um caso que tinha tudo para terminar em tragédia surpreendeu os bombeiros no Japão - e o resto do mundo.

Um menino que foi abandonado em uma floresta por seus pais como forma de castigo por mau comportamento foi encontrado vivo e sem ferimentos nesta sexta-feira (3), quase uma semana após seu desaparecimento gerar uma grande operação de busca que repercutiu pelo país.

Yamato Tanooka, de 7 anos, foi encontrado em um prédio de uma base militar japonesa a cerca de quatro quilômetros de onde desapareceu no sábado (28), após seus pais o deixarem na encosta de uma rodovia.

Segundo reportagens, ele foi castigado por jogar pedras em carros.

"Um de nossos soldados se preparava para exercícios nesta manhã e abriu a porta do prédio da base, e então ele estava lá", disse um membro das forças de autodefesa do Japão à TV NHK.

"Quando ele perguntou 'você é Yamato?', o menino disse que sim. Então ele disse que estava com fome, e o soldado deu água, pão e bolinhos de arroz para ele". De acordo com a agência de notícias AFP, a criança sobreviveu apenas bebendo água durante os seis dias.

Yamato foi levado para hospital para exames. O menino está saudável, um pouco desidratado e com baixa temperatura corporal.

O pai do jovem, Takayuki Tanooka, agradeceu aos membros das equipes de resgate pelos esforços e pediu desculpas por ter causado problemas.

"Refletimos sobre o que fizemos e foi realmente excessivo", disse Tanooka. "Eu vi Yamato. Pedi perdão. Ele assentiu com a cabeça. Seus lábios estavam um pouco secos. É extraordinário que esteja são e salvo. Não tenho palavras."

japan

(Com informações das agências de notícias)