MULHERES

Cunhada de Ana Hickmann deixa UTI após ser baleada em atentado: 'O pior já passou'

27/05/2016 15:57 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02
Reprodução/Twitter

Giovana Alves de Oliveira, cunhada e assessora de imprensa de Ana Hickman compartilhou em seu Instagram uma mensagem de agradecimento aos seguidores e noticiou que que já saiu UTI.

Na publicação feita nesta quinta-feira (26), ela revelou que ainda precisa de cuidados especiais, mas disse que "o pior já passou".

Uma foto publicada por Giovana (@gioliveira12) em

Queridos, eu só posso dizer MUITO OBRIGADA por todas as mensagens, rezas, orações e energias positivas que me foram enviadas. Já estou no hospital de SP, saí da UTI, e preciso ainda de alguns cuidados especiais, mas o pior já passou, graças a Deus e a essa força maior divina que com certeza me salvou! Aos poucos vou respondendo todas as mensagens! Não me esqueçam nas orações.

Giovana estava internada desde o último sábado (21) no Hospital Biocor, em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ela foi atingida por dois tiros, em um hotel, no atentado que tinha como alvo Ana Hickmann.

Rodrigo Augusto de Pádua, autor do atentado e fã de Ana Hickmann, estava hospedado no mesmo hotel que ela. De acordo com apuração do G1, ele rendeu Gustavo (irmão do marido Ana Hickman, Alexandre Correa) - e o obrigou a ir até o quarto da apresentadora, onde também estava sua mulher, Giovana.

Gustavo Correa teria atirado no fã de Ana Hickmann durante um desentendimento e luta corporal. Antes de ser atingido, o fã disparou e acertou Giovana. A Polícia Civil investiga o caso como legítima defesa.

Nesta quarta-feira (25), Giovana foi transferida de Unidade de Tratamento Intensivo Móvel Aérea para o hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

LEIA MAIS:

- Ana Hickmann e a 'loucura dos machos'

- 'Foi assassinado com crueldade e frieza', diz irmã de fã que sequestrou Ana Hickmann