NOTÍCIAS

Estado Islâmico encoraja simpatizantes nos EUA e na Europa a atacar civis

22/05/2016 14:41 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:31 -02
HAIDAR HAMDANI via Getty Images
Members of the Saraya al-Salam (Peace Brigades), a group formed by Iraqi Shiite Muslim cleric Moqtada al-Sadr, march in Iraq's holy city of Najaf as they prepare to reinforce government forces in the fight against the Islamic State group for control of Fallujah, east of the capital, on May 17, 2016. Iraqi security forces and allied fighters have regained significant ground from the jihadists, securing the Ramadi area earlier this year and retaking the town of Heet last month. But parts of Anbar -- including Fallujah -- are still under IS control, as is most of Nineveh province, to its north. / AFP / HAIDAR HAMDANI (Photo credit should read HAIDAR HAMDANI/AFP/Getty Images)

Um porta-voz do Estado Islâmico encorajou simpatizantes do grupo na Europa e nos Estados Unidos para que, nestes lugares, realizem ataques contra civis, caso eles não consigam viajar para a região dominada pelo grupo na Síria e no Iraque.

Em um áudio de 31 minutos divulgado na noite de sábado pelo braço midiático do grupo, al-Furqan, Abu Mohammed al-Adnani diz que a guerra liderada pelos EUA contra o grupo está fadada ao fracasso e que a América "caiu no pântano da perdição".

Ele afirma ainda que simpatizantes do Estado Islâmico na Europa e os EUA para "assediar os cruzados dia e noite para aterrorizá-los até que cada vizinho fique com medo um dos outros".

Os simpatizantes, afirmou, não devem subestimar o valor de "balançar um cruzado no coração de sua casa". Fonte: Associated Press.

LEIA MAIS:

- Estado Islâmico cria aplicativo para divulgar ações entre crianças