ENTRETENIMENTO

Sinéad O'Connor acusa Arsenio Hall de vender drogas para Prince durante décadas

03/05/2016 17:38 BRT | Atualizado 27/01/2017 00:31 BRST
NOVO! DESTAQUE E COMPARTILHE
Destaque o texto para compartilhar no Facebook e no Twitter
Fred Prouser/Mario Anzuoni/Montagem

O comediante Arsenio Hall desmentiu a declaração da cantora irlandesa Sinéad O'Connor no Facebook, feita na última segunda-feira (2).

De acordo com a cantora que fez a icônica cover de Nothing Compares 2 U, de Prince, Hall teria vendido, durante décadas, drogas para o cantor morto em 21 de abril.

"Qualquer um que imagine que Prince não era usuário de drogas pesadas está vivendo nas nuvens", disse a cantora. "Arsenio, eu reportei você para a delegacia de Carver County [cidade do estado de Minnesota, EUA]. Espere a ligação deles. Eles estão cientes de que você me picou anos atrás, na casa de Eddie Murphy."

Segundo O'Connor, Hall também já vendeu drogas para o ator Eddie Murphy. A polícia de Carver County tem investigado a morte do cantor – foram encontrados no corpo de Prince sinais de que ele consumia remédios a base de ópio. A polícia pediu ajuda à Agência de Repressão às Drogas para apurar o caso.

A representante de Hall, Traci Harper, disse à People que a declaração de O'Connor é "absolutamente falsa, ridícula e absurda".

LEIA MAIS:

- Relembre Prince com seus álbuns fascinantes

- Corpo de Prince é cremado em cerimônia apenas para amigos e familiares

- Autoridades descartam suicídio e violência como causa da morte de Prince