NOTÍCIAS

FOTOS: Manifestantes enfrentam polícia em Paris contra reforma trabalhista

01/05/2016 18:40 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
ALAIN JOCARD via Getty Images
Plain cloth policemen spray tear gas at protesters during clashes between anti-riot police and protesters during the traditional May Day demonstration in Paris on May 1, 2016. AFP PHOTO / ALAIN JOCARD / AFP / ALAIN JOCARD (Photo credit should read ALAIN JOCARD/AFP/Getty Images)

Jovens encapuzados entraram em confronto com a polícia em Paris neste domingo (1º), durante um protesto no Dia do Trabalho contra planejadas reformas trabalhistas, ao passo que o governo insistiu que não retiraria a proposta de lei da pauta, a qual deve ser debatida no parlamento esta semana.

A polícia, fazendo uso de gás lacrimogêneo, disse ter enfrentado um grupo de cerca de 300 jovens, fazendo três prisões.

As reformas podem dar a empregadores mais flexibilidade nas negociações com funcionários sobre horas de serviço, uma medida a qual, segundo o governo, é necessária para reduzir o desemprego, que está, acima de 10%.

Críticos dizem que as reformas vão levar a piores condições trabalhistas e mais retrocessos. "O projeto de lei é justo e necessário para o país", disse a ministra do Trabalho, Myriam El Khomri, à rádio Europe 1, ao Le Monde e à iTELE em uma entrevista.

Mais de 80 mil pessoas marcharam pela França neste domingo, incluindo 17 mil em Paris, informou a polícia. Isso é bem menos do que nos primeiros protestos contra a reforma, iniciada há dois meses. O sindicato trabalhista CGT disse que houve 70 mil manifestantes apenas em Paris.

  • ASSOCIATED PRESS
  • ASSOCIATED PRESS
  • ASSOCIATED PRESS
  • ASSOCIATED PRESS
  • ASSOCIATED PRESS
  • ASSOCIATED PRESS
  • ASSOCIATED PRESS
  • ASSOCIATED PRESS
  • ASSOCIATED PRESS