NOTÍCIAS

PM é responsável por 26% dos assassinatos em SP; 72% das vítimas são negras

27/04/2016 10:11 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
NELSON ALMEIDA via Getty Images
Police officers look on as students protest against the country's latest round of transport fare hikes, in Sao Paulo, Brazil, on January 16, 2015. Amid a marked economic downturn and high inflation, bus fares went up in Sao Paulo, Brazil's largest city, from 3 to 3.50 reais, and in Rio, the former capital, from 3.0 to 3.40 reais. Rio's 13 percent hike is almost exactly double the current rate of inflation. AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA (Photo credit should read NELSON ALMEIDA/AFP/Getty Images)

A violência policial foi a responsável por 26% dos assassinatos na cidade de São Paulo no ano passado. Foram 412 mortes cometidas por policiais, dos 1.591 assassinatos registrados na capital paulista. O levantamento foi feito pelo SPTV, da Rede Globo.

As mortes classificadas como confronto entre suspeitos e PMs fora do horário de trabalho aumentou 61%. Os dados incluem apenas mortes em supostos confrontos.

Ainda de acordo com a matéria do SPTV, 72% das vítimas de confrontos com a polícia são negras ou pardas. Em todos esses casos, as mortes não entram nas estatísticas como homicídio, já que é alegada reação ou legítima defesa dos PMs.


police sao paulo

LEIA TAMBÉM:

- 'Exemplo mundial de segurança', PM de SP é alvo de gozações após post

- Emboscada termina com pelo menos 2 integrantes do MST mortos no PR

- Chacina, criança, trabalhador: Polícia do Rio mostra na prática porque é a mais violenta do País

- ESTUDO: 13 mulheres são assassinadas por dia no Brasil, o campeão mundial de homicídios