MUNDO

Autoridades descartam suicídio e violência como causa da morte de Prince

23/04/2016 12:25 BRT | Atualizado 27/01/2017 00:31 BRST
© MediaPunch Inc./MediaPunch/IPx
ROTTERDAM, The Netherlands- JULY 11: Prince performing at North Sea Jazz in Rotterdam, The Netherlands. July 10, 2011. © mpi31 / MediaPunch Inc./IPX

As autoridades norte-americanas afirmaram em entrevista coletiva que não há indícios de traumatismo no corpo do cantor Prince, encontrado morto na quinta-feira (21), nem razões para se pensar que a causa de morte tenha sido suicídio.

A polícia não encontrou “nenhum sinal de traumatismo” no corpo do músico e disse não haver nenhuma razão para acreditar que o músico se suicidou, disse hoje o xerife do condado de Carver, Jim Olson, em entrevista coletiva.

“Até agora, não há nenhuma indicação de que o cantor tenha sofrido uma overdose de drogas”, disse a porta-voz do escritório de medicina-legal, Martha Weaver.

Prince morreu ontem, aos 57 anos, e foi encontrado em sua casa em Paisley Park, no estado do Minnesota.

A causa da morte continua desconhecida e o médico legista local disse que os resultados preliminares da autópsia vão levar dias para sair. O resultado do exame toxicológico completo poderá levar semanas.

(Com informações da Agência Lusa)

LEIA MAIS:

- Prince teria sofrido overdose seis dias antes de morrer, diz site

- Prince, o gênio, morreu. Estas frases nos revelam um pouco da personalidade dele

- Relembre Prince com seus álbuns fascinantes