NOTÍCIAS

Ex-escrava que lutou pela abolição, Harriet Tubman substitui presidente em nota de US$ 20

21/04/2016 14:21 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Woman on 20s

Pela primeira vez, uma mulher negra vai estampar uma cédula americana. A ex-escrava Harriet Tubman, que lutou pela abolição da escravatura nos Estados Unidos, vai tomar o lugar do ex-presidente Andrew Jackson nas notas de US$ 20.

A decisão, que foi antecipada por um funcionário do Departamento do Tesouro americano, veio após uma pressão popular por uma mulher na moeda

Tubman foi escolhida em maio do ano passado por mais de 600 mil pessoas em votação organizada pelo grupo independente Woman on 20s para ilustrar a moeda. Ela desbancou grandes mulheres da história americana como a primeira-dama e ativista Elanor Roosevelt, Rosa Parks e Cherokee Wilma Mankiller.

Nascida escrava, Harriet Tubman ficou conhecida no país por sua luta abolicionista, ativismo humanitário e por ter sido uma espiã da União durante a Guerra Civil dos Estados Unidos. Além disso, também foi uma das mulheres importantes na luta em defesa do voto feminino.

Já o ex-presidente Jackson era dono de uma das fazendas de escravos e chegou a apoiar o ato de remoção dos índios, em 1830, causando a morte de milhares deles por fome, doenças e migração forçada.

Veja como ficariam as notas de dólar estampadas com mulheres célebres