MULHERES

Sancionada lei que proíbe revistas íntimas de funcionárias em locais de trabalho

18/04/2016 11:49 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
SIphotography via Getty Images
Concept of accusation guilty person girl. Side profile sad upset woman looking down many fingers pointing at her back isolated on grey office wall background. Human face expression emotion feeling

A presidenta Dilma Rousseff sancionou a lei que proíbe revista íntima de funcionárias nos locais de trabalho. A Lei 13.271 foi publicada na edição de hoje (18) do Diário Oficial da União.

Segundo o texto, as empresas privadas, os órgãos e entidades da administração pública, direta e indireta, ficam proibidos de adotar qualquer prática de revista íntima de suas funcionárias e de clientes do sexo feminino.

Se a lei for descumprida, será aplicada multa de R$ 20 mil ao empregador, revertida aos órgãos de proteção dos direitos da mulher.

Em caso de reincidência, independentemente da indenização por danos morais e materiais e sanções de ordem penal, a multa será em dobro.

LEIA MAIS:

- Dilma Rousseff sanciona medida que amplia licença-paternidade para 20 dias no Brasil

- Justiça manda nomear mulher eliminada de concurso por obesidade