NOTÍCIAS

PMDB na Câmara: 90% decidem votar pelo impeachment

14/04/2016 12:59 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Flickr/PMDB

Em reunião na manhã desta quinta-feira (14), quase toda bancada do PMDB na Câmara dos Deputados decidiu votar a favor do prosseguimento ao processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

Embora tenha conseguido maioria, o partido não vai “fechar questão” e vai liberar os dissidentes.

A decisão foi anunciada pelo líder Leonardo Picciani (RJ). "Cerca de 90% da bancada defendeu o impeachment."

Picciani passará por uma situação inusitada. Por ordem da bancada, terá que indica o voto a favor do relatório, mas, ele, pessoalmente, votará contra.

O líder do DEM, Pauderney Avelino (AM), considerou o anúncio uma vitória para a oposição. “Consolida cada vez mais o impeachment.”

Ele, no entanto, criticou a posição de Picciani. “Vemos um verdadeiro dramalhão mexicano, no qual o líder da bancada vai fazer uma orientação e seguir outro lado."

LEIA TAMBÉM:

- Por 38 a 27, Câmara acolhe relatório favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff

- 'Quem nunca'? Temer diz que discurso foi enviado para grupo errado

- Temer antecipa impeachment de Dilma e divulga áudio da vitória, diz jornal

- Cunha quer tornar a votação do impeachment em um espetáculo