NOTÍCIAS

Ativistas pedem doações de US$ 4,20 para Bernie Sanders no Dia da Maconha

11/04/2016 14:28 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

bernie maconha

Quando o assunto é legalização da maconha, os eleitores americanos - principalmente os democratas ou aqueles que se sentem representados pelo partido - têm um favorito: Bernie Sanders.

Senador por Vermont e conhecido combatente pelos direitos civis, Sanders é o único pré-candidato até aqui a sinalizar uma alteração nos rumos da política nacional sobre a maconha.

O "mantra" de Sanders quando o assunto surge é o mesmo:

"Não é aceitável que tantos jovens sejam criminalizados por fumar maconha, enquanto os CEOs dos bancos que tiveram comportamentos ilegais e ajudaram a destruir nossa economia não sejam penalizados".

Ele é favorável à requalificar a substância em nível federal, acabando com a proibição e avançando o debate para além das mudanças estaduais que já tomam o país.

Daí surgiu a ideia encampada por ativistas americanos de doar US$ 4,20 para a campanha de Bernie Sanders no próximo dia 20, o tal Dia Internacional da Maconha.

bernie sanders

Para Johnny Green, ativista do Oregon - estado que já regulamentou o consumo recreativo e medicinal da droga -, é hora de aproveitar um candidato favorável ao fim da Guerra às Drogas.

"Pedimos aos reformistas pró-cannabis, ativistas, pacientes, empresários entusiastas, advogados e profissionais do ramo para doarem US$ 4,20 (ou US$ 42 ou até US$ 420) para a campanha de Bernie Sanders no dia 20 de abril. Vamos fazer disso algo ENOOOOORME e enviar uma mensagem ao establishment que sozinhos somos abelhas inofensivas, mas juntos somos um enxame feroz que não vai ser silenciado".

LEIA TAMBÉM:

- Lojas de maconha nos EUA fazem doações para Bernie Sanders

- Obama: 'Abuso de drogas é problema de saúde pública, não um crime'

- Imposto sobre maconha pode ajudar moradores de rua em Los Angeles

- McDonald's é coisa do passado. EUA preparam o drive-thru de maconha