ENTRETENIMENTO

Lembra o vídeo 'Delação', do Porta dos Fundos? O boicote que planejaram não deu o resultado esperado...

08/04/2016 18:52 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Você deve conhecer a história: o Porta dos Fundos fez um esquete chamado Delação, que acabou como mais uma peça para a polarização da política brasileira:

O roteiro é centrado em um agente da Polícia Federal (Gregório Duvivier) e em um político corrupto (Fábio Porchat).

No esquete, o agente não parece nada interessado em ouvir sobre abusos e casos de corrupção de partidos da oposição. Só quer saber de Lula, Dilma e do PT.

Parte do público - principalmente aqueles que apoiam o impeachment - não gostou nada do vídeo. E passaram a pedir uma campanha de boicote ao trabalho dos humoristas.

Segundo a coluna do jornalista Lauro Jardim, a campanha não conseguiu o que planejava. Nas primeiras 48 horas da campanha, o Porta dos Fundos perdeu 38 mil seguidores. Mas o número de novos inscritos já ultrapassou 40 mil já foram recuperados até hoje, dando uma margem de 2 mil seguidores do canal no YouTube.

Gregório comemorou a "vitória do amor":

Parabens a todos os que inventaram essa ideia genial de "campanha de dislike" no Porta dos Fundos. Mas o amor venceu. ❤️

Publicado por Gregorio Duvivier em Sexta, 8 de abril de 2016

LEIA TAMBÉM:

-

Gregório Duvivier: 'O humor era praticamente sinônimo de machismo'

- Antonio Tabet, do 'Porta dos Fundos', vai cuidar da comunicação do Flamengo

- ASSISTA: Em novo vídeo, Porta dos Fundos faz piada com 'Spoiler da Bíblia'