COMPORTAMENTO

Anticoncepcional masculino pode ser lançado em 2018

01/04/2016 13:47 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Se ter um filho não está nos seus planos pelos próximos anos, talvez essa seja uma boa notícia: a Parsemus Foundation, uma ONG americana, está criando um novo anticoncepcional para homens.

Chamado Vasalgel, o produto consiste em uma injeção que deve ser aplicada localmente no ducto deferente, vias que conectam o testículo ao pênis. A aplicação liberaria um hidrogel semi-impermeável, o que, na prática, significa que ele deixaria o líquido seminal passar, mas barraria os espermatozoides. É uma peneira contraceptiva.

Os produtores afirmam que produto não deixará você ter filhos pelo período de até 12 meses. Para se livrar do Vasalgel, o usuário deve aplicar outra injeção, dessa vez de bicarbonato de sódio, para transformar o hidrogel em líquido - liberando a passagem de espermatozoides pela região.

O produto é uma forma de globalizar algo que não é novidade para os indianos. A Índia já faz, há anos, testes com um produto chamado Risug - que, apesar da fórmula ser diferente, é basicamente o mesmo produto. O ponto é que o produto indiano ainda não pode ser comercializado e os experimentos com humanos acontecem apenas com homens da região.

contraceptive

Além disso, a Parsemus afirma que o Vassagel está sendo desenvolvido sob supervisão do órgão de regulação médica dos Estados Unidos dentro de padrões internacionais de produção. Dá para ficar um pouco mais tranquilo na hora da injeção.

O medicamente foi testado em coelhos durante o ano passado e, de acordo com os resultados divulgados, o funcionamento nos animais foi perfeito: os roedores ficaram estéreis durante o período com o Vassegel e voltaram a procriar um ano depois, quando a barreira de hidrogel foi dissolvida. O próximo passo é o teste com humanos, e isso deve ocorrer em breve. A fundação anunciou que está à procura de candidatos, e que pretende realizar os experimentos ainda esse ano. O objetivo é que o produto chegue às prateleiras em 2018.

A ideia é que, se os testes forem positivos, o produto seja financiado via crowndfunding. Até lá, os homens podem usar camisinha, ou fazer vasectomia.

LEIA TAMBÉM:

- 15 fotos íntimas de mulheres na cama com seus métodos contraceptivos

- A ciência está BEM PERTO de criar o anticoncepcional masculino

- Quando refrigerante era usado como anticoncepcional

- O anticoncepcional masculino ideal está próximo. E tem até crowdfunding