COMPORTAMENTO
29/03/2016 19:44 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:38 -02

19 coisas que só quem foi emo nos anos 2000 vai entender (GIFs)

Reprodução/ Youtube

Ah, a nostalgia! O auge do "movimento emo" completa em 2016 incríveis 10 anos! O que significa que muitos dos adolescentes daquela época, provavelmente, já cortaram a franja e estão por aí se aventurando no mundo dos adultos.

Que coisa, não? Por isso o HuffPost Brasil, em parceria com o Curso Abril de Jornalismo, está aqui para celebrar - e relembrar - aquela época na qual a única preocupação de muitas dessas pessoas era estudar para a prova de química e, lógico, negar ser emo. Bons tempos.

1. Em primeiro lugar, admitir ser emo era quase um crime.

#tipoisso

2. Mesmo se vestindo basicamente de preto, escutando bandas emo e cultivando uma gigante franja.

3. Este vídeo abaixo? UMA MENTIRA!

4. O fotolog era o seu diário.

Dizem, inclusive, que o conceito de textão surgiu por lá.

5. E EsCreeVVer Dessxe jEityNhUUu InsUPOrtável uMm Requi$iTO.

6. Substituir o primeiro nome por “senhorito”, “senhorita”, “XxPríncipe”, "Cherry" ou algo do tipo era comum.

7. Quem atingisse o limite de 20 comentários já se sentia o mais popular!

Porém, todxs sabiam que populares mesmo eram os que tinham a “Gold Cam”, recurso pago, muitas vezes financiado por fãs,

8. E era comum, por exemplo, falar mal da Mari Moon e do Senhor Orgástic e, mesmo assim, acessar todos os dias as contas deles na rede.

9. VampireFreaks, LiveJournal e MySpace também eram redes sociais obrigatórias.

Lembra do Tom? Era obrigatório ser amigx dele no MySpace!

10. Mas era no Orkut - nas comunidades dedicadas ao ~gênero musical~ - onde tudo acontecia..

~Não sou emo, sou sensível~

11. Era por lá que a galera combinava os saudosos rolês na Galeria do Rock de sexta-feira (ou insira aqui qualquer outro lugar "emo").

E terminar a noite bêbadx no "Bar du Bocage" ou no Vitrine, na Augusta, era de lei.

12. Atari, OUTS, Hotel Cambridge, Osgástica e Plastic Dreams eram os templos daquela época.

13. Catuaba, vinho químico e qualquer outra bebida barata estavam no cardápio.

14. Beijo com três, quatro, cinco pessoas… Amor livre era uma regra.

15. Metal, gargantilhas, lenços, caveiras, piercings, alargadores, calças justas...

16. E maquiagem. MUITA maquiagem!

Divisão por gênero? Não existia.

17. My Chemical Romance, Fall Out Boy, Fresno e The Used eram praticamente uma religião.

18. E o subnick do MSN o melhor lugar para mandar indiretas em forma de letra triste de música.

19. Mas a verdade é que, por mais idiota que tudo isso possa parecer hoje, “ser emo” ajudou muita gente a passar por essa fase estranha e insuportável chamada adolescência.

*Este texto foi produzido por um integrante do CAJ (Curso Abril de Jornalismo).

Emos famosos