POLÍTICA
18/03/2016 17:53 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Ao menos três sedes do PT sofrem ataques. CUT de Curitiba também é alvo

midia ninja

A sede do Partido dos Trabalhadores em Goiânia teve a sua entrada incendiada nesta sexta-feira, 18.

Vizinhos do diretório metropolitano, que funciona no Setor Universitário, viram dois homens em uma motocicleta fugindo do local por volta das 23h30, logo depois das chamas atingirem a porta da sede. A polícia foi acionada. O presidente do PT goianiense, Luís César Bueno, criticou o ataque.

"Vivemos no Estado Democrático de Direito e sedes de igrejas, partidos, movimentos e organizações, em uma sociedade civil e democrática, têm de ser respeitadas".

Outras cidades

pt

Sedes do Partido dos Trabalhadores (PT) em duas cidades do interior paulista também foram alvo de ataques supostamente políticos, entre a noite de quinta e a madrugada desta sexta-feira, 18.

Em São José dos Campos, o prédio foi pichado com mensagens contra a presidente Dilma e o ex-presidente Lula. Os vândalos arrombaram um portão para ter acesso à fachada. Em nota, o diretório municipal classificou o ato como "afronta à democracia" e "tentativa de criminalizar o PT".

Em Ribeirão Preto, a sede do diretório municipal do partido foi atacada ontem com rojões. Pelo menos cinco bombas estouraram no telhado e na garagem, sem causar maiores danos. De acordo com o presidente do PT, vereador Jorge Parada, as pessoas que estavam no local se assustaram, mas não foram atingidas. Ninguém viu quem jogou as bombas. A ocorrência foi registrada pela Polícia Civil.

CUT também é alvo

Sede da CUT Paraná é alvo de novo ataque na noite desta quinta-feira.A sede da Central Única dos Trabalhadores do...

Publicado por CUT Paraná em Quinta, 17 de março de 2016

A sede da CUT em Curitiba, no Paraná, foi alvo do segundo ataque nesta semana, segundo informações da Folha de S. Paulo.

De acordo com a Polícia Militar, foram usados três rojões para atingir o estabelecimento e a porta de vidro foi apedrejada.

Os membros da Central Única de Trabalhadores entregaram à PM um áudio em que, segundo eles, o suspeito admite ser o responsável pelos ataques.

(Com informações do Estadão Conteúdo)

LEIA MAIS:

- Dilma: Politização das investigações é um retorno a páginas atrasadas da nossa História

- Três em cada cinco parlamentares da comissão do impeachment de Dilma receberam dinheiro de empresas da Lava Jato

- Sinal dos tempos: Líder do Revoltados Online é chamado de 'comunista' e acaba expulso de ato pró-impeachment (VÍDEOS)

- Governo Alckmin 'inaugura' caveirões da PM para retirar à força da Av. Paulista em dia de ato pró-Dilma