NOTÍCIAS
07/03/2016 13:11 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:38 -02

China proíbe 'conteúdo homossexual', bruxaria e reencarnação na TV

Reprodução/Youtube

Romance adolescente, casos extraconjugais, reencarnação e homossexualidade. Todos esses não podem mais ser abordados nas novelas chinesas.

Segundo o South China Morning Post, também foram proibidos pelo governo seriados policiais que revelem estratégias e táticas que possam ser empregadas pelas autoridades.

Lançadas em dezembro, essas "diretrizes profissionais" são denominadas 'Princípios Gerais da Produção de Conteúdo para Dramas de TV" e devem ser seguidas por toda a indústria, afirma o periódico.

Também entram na lista de conteúdos proibidos roteiros que falem sobre superstições, bruxaria e "relações ou comportamentos sexuais fora dos padrões", o que inclui cenas entre casais gays, por exemplo.

De acordo com o Hello Asia, a norma foi decretada em 31 de dezembro do ano passado, mas só agora passou a circular pelas redes sociais.

A lista segue: ficam fora do ar conteúdos que falem sobre casamentos infelizes, casos extraconjugais e relacionamentos que durem apenas uma noite.

De acordo com o Mashable, a publicação dos documentos traz muitas respostas aos telespectadores chineses, que nos últimos meses compartilharam suas frustrações em redes sociais por causa da suspensão da série Addicted, de temática gay. A trama, de enorme sucesso, foi tirada do ar sem nenhuma explicação três episódios antes do fim.

De acordo com a CNN, a série segue disponível apenas no Youtube, site proibido no país.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: